sicnot

Perfil

Cimeira do Clima

Cimeira do Clima

Cimeira do Clima

Al Gore defende em Paris mudanças nos meios de produção e transporte

O antigo vice-Presidente norte-americano Al Gore apelou hoje em Paris, na conferência climática, a uma mudança nos meios de produção e de transporte, defendendo-a como indispensável para evitar novas catástrofes ambientais.

© Jacky Naegelen / Reuters

No seu discurso de hoje na conferência que decorre em Bourget, nos arredores de Paris, o político norte-americano e ativista ambiental interrogou-se sobre se a humanidade deve "realmente mudar os sistemas de produção de energia, de transporte, a agricultura e as florestas e passar a um esquema de baixo carbono", refere a agência noticiosa AFP.

"A resposta é sim, e a resposta vem da própria Natureza", declarou Al Gore, que em 2007 recebeu o Prémio Nobel da Paz, com o grupo intergovernamental de peritos sobre a evolução do clima (GIEC).

Al Gore afirmou que "o telejornal, a cada noite, é como avançar à escala real pelo Livro das Revelações" (o último livro do Novo Testamento), citando a multiplicação de fenómenos climáticos extremos como furacões, secas e inundações.

A comunidade científica é, agora, "virtualmente unânime" no reconhecimento do impacto das atividades humanas sobre o clima, acrescentou o autor do documentário "Uma Verdade Inconveniente", sobre as consequências do aquecimento global.

Os representantes de 195 países estão reunidos desde segunda-feira e até dia 11 de dezembro em Paris para tentar chegar a um acordo que permita travar o aquecimento global.

Lusa

  • Centrais de carvão são o alvo a abater, defendem peritos
    2:22

    Cimeira do Clima

    Na Cimeira do Clima, em Paris, o presidente francês anunciou que vão ser gastos, nos próximos 4 anos, 6 mil milhões de euros, para apoiar o desenvolvimento energético em África. Uma primeira conclusão parece ser óbvia: de nada servirá o esforço para redução do aquecimento global se continuarem a ser construídas centrais a carvão. Os representantes africanos queixam-se de ser os que mais sofrem com a poluição dos outros.

  • Outros casos de fuga de prisões portuguesas
    2:58

    País

    Nos últimos cinco anos, 52 reclusos fugiram de cadeias portuguesas, mas foram todos recapturados. Entre 1999 e 2009, fugiram oito reclusos da prisão de Caxias. Em 2005, um homem condenado a 21 anos de prisão fugiu de Coimbra, viajando por França e pela Polónia. Manuel Simões acabou por ser detido no regresso a Portugal.

  • Portugal sem resposta de Moçambique sobre português desaparecido em Maputo
    1:25

    País

    Portugal tem tentado, sem sucesso, obter respostas das autoridades moçambicanas sobre o rapto de um empresário português há sete meses. De acordo com a notícia avançada este domingo pelo jornal Público, uma carta enviada há duas semanas pelo Presidente da República ao homólogo moçambicano não teve resposta. O Governo de Moçambique tem ignorado pedidos de informação das autoridades portuguesas.

  • Táxi capaz de sobrevoar filas de trânsito ainda este ano no Dubai

    Mundo

    É o sonho de muitos que passam horas intermináveis em filas de trânsito. Trata-se de um drone com capacidade para transportar pessoas. "Operações regulares" deste insólito aparelho terão início em julho, no Dubai. O anúncio foi feito pela entidade que gere os transportes da cidade. Apenas um passageiro, com o peso máximo de 100 kg, pode seguir viagem neste táxi revolucionário, capaz de sobrevoar vias congestionadas pelo trânsito.