sicnot

Perfil

Cimeira do Clima

Cimeira do Clima

Cimeira do Clima

Presidente da COP21 apresenta novo esboço de acordo sobre redução de emissões

O presidente da Conferência das Nações Unidas sobre Alterações Climáticas (COP21), o ministro dos Negócios Estrangeiros francês, apresentou hoje o primeiro esboço de acordo sobre redução de emissões, elaborado pelos 14 ministros que moderam as negociações.

Laurent Fabius reconheceu que o esboço continua a não resolver os três principais pontos de discórdia na negociação.

Laurent Fabius reconheceu que o esboço continua a não resolver os três principais pontos de discórdia na negociação.

© Jacky Naegelen / Reuters

Laurent Fabius reconheceu que o esboço continua a não resolver os três principais pontos de discórdia na negociação e que são a diferenciação entre países ricos e pobres no que respeita a assumir responsabilidades de redução de emissões de gases com efeito de estufa (GEE), a ambição do futuro acordo e a transferência financeira para a mitigação e adaptação às alterações climáticas nos países em desenvolvimento.

"Temos feito progressos, mas ainda nos falta muito trabalho nas próximas 48 horas", disse o presidente da COP21 sobre o texto do acordo, que desde sábado passou de 48 para 29 páginas, das quais 14 se relacionam com o acordo em si e 15 com uma decisão que o concretize.

"Em vários pontos estamos quase no final dos nossos esforços" graças ao trabalho das partes, avançou Fabius.

O responsável francês realçou que "este não é o texto final" e anunciou a convocatória de um plenário para as 19:00 para que as diferentes partes da negociação possam comentar o primeiro esboço negociado pelos ministros.

O texto "reflete os compromissos que estão a emergir" na parte final da negociação, e agora é necessário centrar-se "nas principais perguntas sem resposta", acrescentou.

Nesta fase do trabalho sobre o texto de acordo, as questões em aberto continuam a ser as mesmas que no início da negociação e levam a que o documento ainda tenha várias opções acerca de quem terá responsabilidades obrigatórias de redução de emissões de GEE, assim como de financiamento da adaptação nos países em desenvolvimento.

"Esperam-nos duas longas noites de trabalho", reconheceu Laurent Fabius, desejando que na sexta-feira de manhã exista "um acordo legalmente vinculativo, ambicioso e equilibrado" para ser aprovado na parte da tarde.

O ministro francês terminou a sua intervenção no plenário da COP21 com uma frase muito repetida nas negociações: "nada está de todo decidido até que se decida".

Representantes de 195 países participam na conferência da ONU de Paris, com final previsto para sexta-feira, para chegar a um acordo que reduza as emissões de gases com efeito de estufa, principais responsáveis pelas mudanças do clima que levam a maior frequência de fenómenos extremos, como ondas de calor, secas ou cheias, e à subida do nível do mar.

Lusa

  • Vaticano exibe imagens e mensagem de apelo à defesa do ambiente
    1:10

    Mundo

    Pandas, elefantes, leões, bem como imagens alusivas às alterações climáticas, encheram ontem a fachada e a cúpula da Basílica de São Pedro, no Vaticano. Mais de 100 mil pessoas assistiram ao espetáculo "Faça-se Luz", que pretende sensibilizar os católicos para a questão das alterações climáticas, na semana em que decorre a Cimeira do Clima em Paris.

  • Ministro diz que objetivo de Portugal é um futuro sem emissões de carbono
    1:55

    Cimeira do Clima

    Na Cimeira do Clima em Paris, o ministro português do Ambiente disse que é preciso aumentar a oferta de transporte coletivo e apoiar outros meios de transporte, como a bicicleta. Matos Fernandes discursou perante o plenário, onde defendeu também um acordo mundial com revisões dos compromissos de redução de emissões de cinco em cinco anos. O ministro promete apostar na mobilidade sustentável e na reabilitação urbana. E, sustentou que o objetivo de Portugal é um futuro sem emissões de carbono.

  • Mundo caminha para "catástrofe climática", alerta Ban Ki-moon
    1:32

    Cimeira do Clima

    Arrancou hoje a semana decisiva na Conferência do Clima, em Paris. No chamado "segmento de alto nível", os ministros do Ambiente de 195 países vão tentar chegar a um acordo mundial para enfrentar as alterações climáticas. Na cerimónia de abertura, o secretário-geral das Nações Unidas alertou os ministros que o tempo se está a esgotar em direção à catástrofe climática.

  • Bruno de Carvalho manda SMS aos jogadores em nome dos jogadores. Confuso?

    Desporto

    De acordo com a imprensa desta manhã, o presidente do Sporting Clube de Portugal terá enviado mensagens escritas aos jogadores com o seguinte texto "Obrigado presidente pelas felicitações. Ainda temos muito para conquistar juntos" e assinou com o nome do jogador a quem enviou a mensagem. Uma aparente reação ao facto de nenhum dos jogadores ter respondido às mensagens escritas por Bruno de Carvalho, com incentivos e elogios antes e depois da vitória do Sporting frente ao Boavista.

  • Marcelo já sabia da substituição do embaixador de Angola
    4:00

    País

    O Presidente da República sabia há bastante tempo da substituição do embaixador de Angola em Lisboa e já tinha aprovado o nome do futuro representante de Luanda. A revelação foi feita, esta terça-feira, por Marcelo Rebelo de Sousa, numa conversa exclusiva com a SIC no Palácio de Belém. O Presidente contou ainda que não vai enviar recados ao Governo nem aos partidos no discurso de 25 abril que vai fazer na Assembleia da República.

    Exclusivo SIC

  • Chegaram os brinquedos de cartão para a consola
    6:24
  • O 10 de julho de 1941 na escrita de João Pinto Coelho
    15:09
  • Governo promete melhorar condições de 26 mil famílias
    1:23

    País

    O ministro do Ambiente explicou esta terça-feira, no Parlamento, as novas medidas para a habitação: reduzir os impostos para arrendamentos longos, melhorar as condições de 26 mil famílias e introduzir o arrendamento vitalício para maiores de 65 anos. Este é um investimento que vai chegar aos 1700 milhões de euros.

  • Pato em excesso de velocidade faz disparar radar numa estrada suíça
    1:31
  • Peixe-galo e batatas rosti, qual o cardápio do encontro entre os líderes das Coreias?

    Mundo

    O menu do encontro entre o líder norte-coreano, Kim Jong-un, e o Presidente sul-coreano, Moon Jae-in, já foi dado a conhecer esta terça-feira. Através do site oficial do Governo, Seul anunciou um cardápio com vários pratos típicos da Península da Coreia, como dumplings ao vapor, arroz cultivado na Coreia, carne grelhada, salada fria com polvo, peixe-galo, batatas rosti e sopa fria.

    SIC

  • O vestido de noiva de Megan Markle
    1:17