sicnot

Perfil

Cimeira do Clima

Cimeira do Clima

Cimeira do Clima

Acordo para o clima prevê limitar aquecimento global a 1,5 graus celsius

O presidente da cimeira do clima, Laurent Fabius, apresentou hoje o projeto final de acordo entre 195 países. Propõe conter o aquecimento global abaixo dos 2 graus celsius e limitá-lo aos 1,5.

© Philippe Wojazer / Reuters

O ministro dos Negócios Estrangeiros francês, Laurent Fabius, anfitrião da cimeira, propôs um acordo climático que prevê uma verba de 100 mil milhões de dólares (90,9 mil milhões de euros) para os países em desenvolvimento a partir de 2020.

"Estamos quase no final do caminho e, provavelmente, no início de um outro", disse o ministro francês dos Negócios Estrangeiros, na sessão plenária, com a voz embargada e quase em lágrimas, depois de ter agradecido ao seu antecessor Manuel Pulgar-Vidal e ter por isso recebido uma salva de palmas.

Laurent Fabius presidiu cerca de uma quinzena de conversações em Paris que terminaram hoje com negociações durante toda a noite e conseguiu entregar o acordo aos ministros, que agora decidirão se o aprovam ou não.

Hollande diz que aprovação do acordo sobre o clima pode mudar o mundo

O Presidente francês, François Hollande, pediu hoje aos delegados que participam na Cimeira do Clima, em Paris, que adotem o texto do acordo que foi apresentado acrescentando que "será um grande gesto para a humanidade".

Hollande fez uma intervenção logo após o presidente da Cimeira do Clima (COP21), o ministro dos Negócios Estrangeiros francês, Laurent Fabius, ter dado a conhecer os principais pontos do texto que vai ser submetido hoje à tarde aos participantes do plenário.

Segundo Hollande o documento é "o primeiro acordo universal da história das negociações climáticas".

"Estamos num momento decisivo", sublinhou o chefe de Estado francês.

François Hollande dirigiu-se aos 196 delegados e afirmando que têm a "possibilidade de mudar o mundo" caso o documento venha a ser aprovado.

O projeto de acordo final visa conter o aquecimento global abaixo dos 2 graus celsius e limitá-lo aos 1,5 e prevê uma verba de 100 mil milhões de dólares (90,9 mil milhões de euros) por ano para os países em desenvolvimento a partir de 2020.

  • Avião cruza-se com drone a 900 metros de altitude
    2:01
  • Depois do Fogo
    23:30
  • "A culpa morre sozinha?"
    0:41

    Opinião

    Luís Marques Mendes não acredita que o Ministério Público não formule uma acusação de homicídio por negligência e que não haja demissões na sequência do incêndio de Pedrógão Grande. O comentador da SIC debateu o tema este domingo no Jornal da Noite da SIC.

    Luís Marques Mendes

  • Naufrágio na Colômbia registado em vídeo
    2:11
  • Pagar IMI a prestações e um Documento Único Automóvel mais pequeno

    País

    O programa Simplex + 2017 é apresentado hoje à tarde e recebeu mais de 250 propostas de cidadãos ao longo dos últimos meses. As novas medidas preveem o pagamento em prestações do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) e a criação de um simulador de custos da Justiça, que devem estar em vigor no próximo ano.

  • O último adeus a Miguel Beleza

    País

    O velório do economista e ex-ministro das Finanças realiza-se esta segunda-feira na Igreja do Campo Grande, em Lisboa, a partir das 18h00.

  • Trump quebra tradição da Casa Branca com 20 anos

    Mundo

    Donald Trump decidiu não fazer um jantar de celebração pelo fim do Ramadão, o mês em que os muçulmanos cumprem jejum entre o nascer e o pôr do sol. O Presidente dos Estados Unidos quebrou a tradição da Casa Branca, pela primeira vez em 20 anos.