sicnot

Perfil

Cimeira do Clima

Cimeira do Clima

Cimeira do Clima

Acordo de Paris é "apólice de seguro para o planeta"

O secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, classificou hoje como uma "apólice de seguro para o planeta" o acordo sobre o clima alcançado no sábado em Paris.

© Stephane Mahe / Reuters

O acordo "pode beneficiar toda a humanidade nas futuras gerações", afirmou Ban Ki-moon, numa declaração aos jornalistas na sede das Nações Unidas, em Nova Iorque, acrescentado que os países adotaram uma "decisão histórica".

O secretário-geral da ONU esteve duas vezes em Paris para seguir as negociações na Conferência das Nações Unidas sobre Alterações Climáticas (COP21), que comelaram no dia 30 de novembro e terminaram no último fim-de-semana com um acordo mundial para combater o aquecimento global.

"O acordo de Paris é uma vitória para as pessoas, para o bem comum e para o multilateralismo", considerou ainda Ban Ki-moon, acrescentando que os países reconheceram que "os interesses nacionais se cumprem melhor atuando em favor de um bem comum".

Depois de duas semanas de negociações, representantes de 195 países chegaram a um acordo legalmente vinculativo para reduzir as emissões de gases com efeito de estufa, incluindo manter o aumento da temperatura média global "bem abaixo dos dois graus centígrados (2ºC)".

Lusa

  • Debate quinzenal com o primeiro-ministro

    País

    A situação económica e financeira foi o tema escolhido pelo Governo, mas a polémica da descida da Taxa Social Única dominará certamente a discussão na Assembleia da República. Veja aqui em direto e participe no Minuto a Minuto Parlamento Global/SIC.

    Direto

  • MIT quer humanos a ajudar máquinas a decidir (quem morre)

    Mundo

    A "Máquina Moral" é uma plataforma online que recolhe a perspetiva humana em decisões que terão de ser tomadas por uma máquina. Por exemplo, quando um carro sem condutor se depara com o dilema do mal menor: em quem acertar - para evitar outros - num acidente de viação.

  • Daesh transforma drones em bombardeiros 

    Daesh

    As estratégias de combate do Daesh têm vindo a sofrer alterações, bem como a capacidade das forças militares iraquianas para confrontar e derrotar o inimigo. De acordo com o responsável do Exército dos EUA Brett Sylvia, comandante militar no Iraque, a tática mais recente desenvolvida pelo Daesh consiste em usar drones de uso comercial em pequenos bombardeiros, capazes de transportar e lançar granadas.