sicnot

Perfil

Cimeira do Clima

Cimeira do Clima

Cimeira do Clima

Mais de 120 países declararam intenção de assinar acordo de Paris

Mais de 120 países já expressaram a sua disponibilidade para assinar o acordo da Organização das Nações Unidas de combate às alterações climáticas, afirmou a ministra da Ecologia francesa, Segolene Royal, na quarta-feira. A ministra disse que a força do apoio significa que o acordo alcançado em Paris, em dezembro do ano passado, pode ser ratificado em Nova Iorque, a 22 de abril.

REUTERS

Quase 200 governos chegaram a um acordo em dezembro que estabelece a meta de limitar o aquecimento global "bem abaixo" dos dois graus Celsius (2ºC) em relação aos níveis pré-industriais.

"Tinha estabelecido o objetivo de 100 assinaturas, mas já estamos acima das 120", afirmou Royal, durante uma conferência de imprensa em Paris.

O acordo porém só entra em vigor quando for ratificado por pelo menos 55 países responsáveis por pelo menos 55% das emissões globais de gases com efeito de estufa.

A Casa Branca já garantiu na semana passada que os EUA, tal como a China, vão estar entre os países que vão assinar o acordo em Nova Iorque.

A União Europeia também já concordou, em março, em assinar, tal como a Índia, acrescentou Royal.

Com Lusa

  • Surto de hepatite A em Portugal
    2:45
  • A rã que brilha no escuro
    2:08
  • Indonésio encontrado dentro de cobra pitão

    Mundo

    Akbar Salubiro, de 25 anos, esteve perto de 24 horas desaparecido na remota ilha indonésia de Sulawesi. Acabou por ser encontrado um dia depois, no jardim da própria casa, dentro de uma pitão de 7 metros.

  • Relação de Portugal com Angola é "insubstituível"
    1:00

    País

    Paulo Portas considera que a relação de Portugal com Angola é insubstituível. Numa entrevista ao Jornal de Negócios, o ex vice-primeiro-ministro defende que o país deve ser profissional no relacionamento político com Luanda.

  • Abertura da lagoa de Santo André atrai surfistas e bodyboarders
    4:15
  • Tecnologia permite a tetraplégico mexer mão e braço

    Mundo

    Um homem que ficou tetraplégico num acidente voltou a mover-se com a ajuda da tecnologia e apenas usando o pensamento, num projeto de investigadores dos Estados Unidos divulgado esta terça-feira na revista especializada em medicina The Lancet.