sicnot

Perfil

Cristiano Ronaldo

Cristiano Ronaldo

Cristiano Ronaldo

Ronaldo é o melhor goleador da Champions pela quinta vez

O futebolista português Cristiano Ronaldo, do Real Madrid, não marcou na final da Liga dos Campeões de futebol, mas termina a competição como rei dos goleadores da prova, pela quinta vez.

PETER POWELL

O capitão da seleção lusa somou 16 tentos na edição 2015/16 e já sabia que não ia ser desalojado do topo da lista, uma vez que o perseguidor mais próximo, entre os jogadores em prova, era o francês Antoine Griezmann (Atlético de Madrid), a nove golos de distância.

Imediatamente atrás do português, ficaram o polaco Robert Lewandowski (Bayern Munique), com nove tentos, e o uruguaio Luis Suárez (FC Barcelona) e o alemão Thomas Müller (Bayern Munique), ambos com oito.

O '7' dos merengues esteve na final em luta apenas consigo próprio, pois tinha a possibilidade de bater o recorde da prova de golos numa época - os seus 17 golos de 2013/14, na caminhada do Real Madrid rumo ao 10.º título europeu.

Mesmo tendo ficado em branco, o registo de 16 tentos é o segundo melhor de sempre em apenas uma edição, sendo o argentino Lionel Messi a fechar o pódio, com os 14 golos conseguidos em 2011/12.

Cristiano Ronaldo consegue o estatuto de melhor marcador da Champions pela quarta época consecutiva (na anterior, em parceria com os catalães Messi e Neymar, com 10 tentos).

Em 2013/14, Ronaldo conseguiu o recorde de 17 e, em 2012/13, bateu a concorrência com 12, acabando, então, com uma série de quatro títulos consecutivos de Messi (nove em 2008/09, oito em 2009/10, 12 em 2010/11 e 14 em 2011/12).

Antes do argentino, o vencedor foi o português, que, ainda no Manchester United, foi coroado o rei dos goleadores da Champions em 2007/2008, com apenas oito golos, o último na final, com o Chelsea (vitória na 'lotaria').

Com o triunfo de 2015/16, Cristiano Ronaldo iguala, assim, as cinco coroas do '10' do FC Barcelona, sendo que uma delas foi partilhada pelos dois e ainda com Neymar.

No que respeita a golos na história da Champions, e face aos 16 apontados em 2015/16, contra apenas seis de Lionel Messi, Cristiano Ronaldo distanciou-se na liderança, somando já mais 10 (93 contra 83) do que o argentino.

Lusa

  • Não houve negligência médica no caso do jovem que morreu em São José
    2:33

    País

    Afinal, não houve negligência médica no caso do jovem que morreu há cerca de um ano no Hospital de São José, vítima de um aneurisma. Esta é a conclusão da Ordem dos Médicos e dos peritos do Instituto de Medicina Legal. Segundo o jornal Expresso, todos os relatórios relatórios pedidos pelo Ministério Público e pelo Centro Hospitalar de Lisboa Central dizem que o corpo clínico do hospital não teve responsabilidades na morte de David Duarte.

  • Jovens estariam de fones e poderão não ter ouvido comboio a aproximar-se
    1:47

    País

    As adolescentes, de 13 e 14 anos, encontradas mortas junto à linha do norte perto de Coimbra podem não ter ouvido a aproximação do comboio, uma vez que estariam de auriculares. Os corpos só foram descobertos 36 horas depois do desaparecimento das jovens, aparentemente vítimas de um descuido fatal.

  • Patti Smith engana-se na música de Bob Dylan durante cerimónia dos Nobel
    1:49

    Mundo

    Os prémios Nobel deste ano já foram entregues. Bob Dylan não compareceu à entrega do galardão da Literatura e fez-se representar pela amiga Patti Smith, que teve um bloqueio enquanto cantava "A Hard Rain's A-Gonna Fall" do músico. O Presidente da Colômbia Juan Manuel dos Santos foi distinguido com o Nobel da paz pelo acordo que alcançou com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia.

  • CIA acredita que Trump foi ajudado por piratas informáticos russos
    1:24

    Eleições EUA 2016

    As eleições nos Estados Unidos da América já terminaram e o Presidente está eleito. Contudo, Barack Obama quer saber se os russos tentaram mesmo influenciar o voto e ao mesmo tempo perceber o que os serviços secretos aprenderam com todas as fugas de informação durante a campanha. Já a CIA diz não ter dúvidas: para os serviços secretos norte-americanos, Donald Trump foi ajudado por piratas informáticos.