sicnot

Perfil

Cristiano Ronaldo

Cristiano Ronaldo

Cristiano Ronaldo

Cristiano Ronaldo no melhor onze de sempre do Campeonato da Europa de futebol

Cristiano Ronaldo foi eleito para o melhor 11 de sempre do Campeonato da Europa de futebol, anunciou hoje a UEFA numa cerimónia realizada em Paris, onde na sexta-feira se inicia o Euro2016.

TIAGO PETINGA

O capitão da seleção de Portugal figura entre os mais escolhidos numa eleição que teve mais de 3,5 milhões de votos registados no euro2016.com e @uefaeuro.

As representações dos onze eleitos, pintadas por outros tantos grafitters ficarão expostas num mural em La Place, na capital francesa, até 19 de junho.

A Itália, com três nomes, é a seleção mais representada, numa equipa em que Alemanha, Espanha e França surgem com dois jogadores, ficando Portugal e Holanda com os restantes eleitos, um cada.

A eleição foi feita a partir de 50 nomes propostos pela UEFA e que cumpriam um dos seguintes critérios: pelo menos uma presença em meias-finais, ter figurado na equipa do Euro, ter sido o melhor marcador de uma edição ou ter produzido um momento icónico, como o penálti à Panenka, em 1976 ou o golo num remate em arco de Marco van Basten na final de 1988.

Equipa:

- Guarda-redes: Gianluigi Buffon (Ita).

- Defesas: Paolo Maldini (Ita), Franz Beckenbauer (Ale), Carles Puyol Esp) e Philipp Lahm (Ale).

- Médios: Andrés Iniesta (Esp), Andrea Pirlo (Ita) e Zinédine Zidane (Fra).

- Avançados: Cristiano Ronaldo (Por), Thierry Henry (Fra) e Marco van Basten (Hol).

Lusa

  • Marine devolve bandeira do Japão 73 anos depois 
    2:13

    Mundo

    Setenta e três anos depois da batalha mais sangrenta do Pacífico, um veterano dos Estados Unidos cumpriu uma promessa pessoal. Marvin Strombo devolveu à família a bandeira da sorte de um soldado japonês, morto em 1944, em Saipan, na II Guerra Mundial. 

  • Autoridades usam elefantes para resgatar pessoas das cheias na Ásia
    1:31

    Mundo

    Mais de 215 pessoas morreram nas inundações que estão a devastar o centro da Ásia, e estima-se que três milhões tiveram de abandonar as casas. As autoridades estão a usar elefantes para resgatar locais e turistas das zonas mais afetadas e avisam que há dezenas de pessoas desaparecidas.