sicnot

Perfil

Caso das Viagens

Caso das viagens está "encerrado"

"Caso fica encerrado" com reembolso das despesas

O Conselho de Ministros vai aprovar ainda durante o verão um código de conduta para membros do Governo. É a resposta do ministro Augusto Santos Silva ao caso das viagens pagas pela Galp a três secretários de Estado.

Última atualização às 17:50

Em causa estão três secretários de Estado - Rocha Andrade, João Vasconcelos e Jorge Costa Oliveira -, que foram assistir a jogos da seleção no Euro 2016 a convite pela Galp.

Os três já garantiram que asseguraram ou vão assegurar as despesas. "Ao fazê-lo, do ponto de vista do Governo o caso fica encerrado", disse esta tarde o ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros.

Sem confirmar se algum dos secretários de Estado envolvidos pediu a demissão, Augusto Santos Silva admitiu que a polémica "suscitou algumas dúvidas".

Para evitar essas dúvidas, Santos Silva, que foi encarregado de gerir a crise das viagens, anunciou em conferência de imprensa que o Governo vai avançar com um código de conduta e que este será aprovado ainda durante o verão, em Conselho de Ministros.

Depois do secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, Rocha Andrade, soube-se do caso do secretário de Estado da Indústria, João Vasconcelos, e agora de Jorge Costa Oliveira, secretário de Estado da Internacionalização. Os três membros do governo aceitaram assistir a jogos de Portugal no Europeu de França, às custa da Galp. Todos garantem que já pagaram ou vão pagar todas as despesas.

O Ministério Público já está a investigar o caso. Em comunicado, a Procuradoria-Geral da República confirmou que já está a recolher elementos para apurar se há, ou não, ilegalidades e procedimentos a desencadear no âmbito das competências do Ministério Público.

António Costa não comenta, PSD envia perguntas

O gabinete do primeiro-ministro informou entretanto que não comenta o caso da viagem de Rocha Andrade paga pela Galp e remeteu para as declarações do próprio secretário de Estado dos Assuntos Fiscais.

Numa pergunta que deu hoje entrada na Assembleia da República, o PSD coloca diversas questões relacionadas com o caso da viagem do secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, começando por pedir a confirmação do primeiro-ministro às notícias que revelam que Rocha Andrade aceitou ofertas para assistir a jogos de futebol no estrangeiro, "de uma grande empresa que tem um litígio fiscal de muitos milhões de euros com o Estado".

  • Fogo na baixa do Porto provoca quatro feridos, dois em estado grave
    1:38

    New Articles

    Um incêndio em três habitações na baixa do Porto, que deflagrou esta noite, provocou quatro feridos, dois em estado grave. O fogo que foi extinto pelos Bombeiros Sapadores do Porto causou cinco desalojados, dos quais quatro foram acolhidos por familiares e um realojado pela junta de freguesia. Desconhece-se a origem das chamas que destruíram três casas.

  • O primeiro dia de Donald Trump na Casa Branca
    3:05
  • Advogados de Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático
    2:13

    Operação Marquês

    Os advogados de José Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático e garantem que o antigo primeiro-ministro nunca favoreceu Ricardo Salgado ou o Grupo Espirito Santo. Segundo o Expresso, o presidente da Escom, Helder Bataglia, terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, alegadamente para o amigo José Sócrates.

  • Marine Le Pen diz que Brexit terá efeito dominó na UE
    0:39

    Brexit

    Marine Le Pen diz que o Brexit vai ter um efeito dominó na União Europeia. Durante um congresso da extrema-direita, a líder da Frente Nacional francesa afirmou que a Europa vai despertar este ano em que estão marcadas eleições em vários países, como a Alemanha e a Holanda.