sicnot

Perfil

Caso das Viagens

Caso das viagens está "encerrado"

"Caso fica encerrado" com reembolso das despesas

O Conselho de Ministros vai aprovar ainda durante o verão um código de conduta para membros do Governo. É a resposta do ministro Augusto Santos Silva ao caso das viagens pagas pela Galp a três secretários de Estado.

Última atualização às 17:50

Em causa estão três secretários de Estado - Rocha Andrade, João Vasconcelos e Jorge Costa Oliveira -, que foram assistir a jogos da seleção no Euro 2016 a convite pela Galp.

Os três já garantiram que asseguraram ou vão assegurar as despesas. "Ao fazê-lo, do ponto de vista do Governo o caso fica encerrado", disse esta tarde o ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros.

Sem confirmar se algum dos secretários de Estado envolvidos pediu a demissão, Augusto Santos Silva admitiu que a polémica "suscitou algumas dúvidas".

Para evitar essas dúvidas, Santos Silva, que foi encarregado de gerir a crise das viagens, anunciou em conferência de imprensa que o Governo vai avançar com um código de conduta e que este será aprovado ainda durante o verão, em Conselho de Ministros.

Depois do secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, Rocha Andrade, soube-se do caso do secretário de Estado da Indústria, João Vasconcelos, e agora de Jorge Costa Oliveira, secretário de Estado da Internacionalização. Os três membros do governo aceitaram assistir a jogos de Portugal no Europeu de França, às custa da Galp. Todos garantem que já pagaram ou vão pagar todas as despesas.

O Ministério Público já está a investigar o caso. Em comunicado, a Procuradoria-Geral da República confirmou que já está a recolher elementos para apurar se há, ou não, ilegalidades e procedimentos a desencadear no âmbito das competências do Ministério Público.

António Costa não comenta, PSD envia perguntas

O gabinete do primeiro-ministro informou entretanto que não comenta o caso da viagem de Rocha Andrade paga pela Galp e remeteu para as declarações do próprio secretário de Estado dos Assuntos Fiscais.

Numa pergunta que deu hoje entrada na Assembleia da República, o PSD coloca diversas questões relacionadas com o caso da viagem do secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, começando por pedir a confirmação do primeiro-ministro às notícias que revelam que Rocha Andrade aceitou ofertas para assistir a jogos de futebol no estrangeiro, "de uma grande empresa que tem um litígio fiscal de muitos milhões de euros com o Estado".

  • "É evidente que não fecho a porta ao Eurogrupo"
    1:38

    Economia

    O ministro das Finanças diz que não fecha a porta ao Eurogrupo. A declaração é feita numa entrevista ao semanário Expresso. No entanto, Mário Centeno deixa a ressalva que qualquer ministro das Finanças do Eurogrupo pode ser presidente.

  • Itália tenta colocar migrações na agenda do G7 contra vontade dos EUA
    1:45
  • Raízes de ciência e rebentos de esperança
    14:14
  • Portugal pode ser atingido por longos períodos de seca

    País

    Portugal e Espanha podem ser atingidos até 2100 por 'megasecas', períodos de seca de dez ou mais anos, segundo os piores cenários traçados num estudo da universidade britânica Newcastle, que tem a participação de uma investigadora portuguesa.