sicnot

Perfil

Caso das Viagens

Caso das Viagens

Caso das Viagens

Maioria de esquerda rejeita comissão permanente da AR sobre viagens pagas pela Galp

PS, BE, PCP e PEV recusaram esta quarta-feira o pedido do CDS-PP para uma reunião da comissão permanente do parlamento para debater as viagens de membros do Governo pagas pela Galp para assistir a jogos do europeu de futebol.

"Foi decidido, com maioria dos votos, não fazer essa reunião da comissão permanente com essa ordem de trabalhos", afirmou o presidente da Assembleia da República, em declarações aos jornalistas no final de uma reunião extraordinária da conferência de líderes.

O pedido para a realização de uma comissão extraordinária da comissão permanente tinha sido feito na semana passada pelo CDS-PP, mas acabou por ser "chumbado" hoje com os votos do PS, PCP, BE e PEV.

O presidente da Assembleia da República, Ferro Rodrigues, referiu ainda que o caso das viagens é um assunto que, se os partidos quiserem, poderá ser levado à comissão permanente que já está agendada para 08 de setembro.

"Nada impede os partidos de o fazerem, mas para a maioria deste parlamento não foi considerado como motivo suficiente e justificativo para uma reunião extraordinária da comissão permanente no mês de agosto", disse Ferro Rodrigues.

Posteriormente, a deputada socialista e secretária da mesa da Assembleia da República Idália Moniz adiantou que PS, PCP, BE e PEV coincidiram nos argumentos de que o caso das viagens não é "uma questão de gravidade e premência" que justifique a convocação de uma comissão permanente extraordinária.

A deputada do BE Mariana Mortágua, referiu ainda Idália Moniz, considerou também que a situação das viagens "é criticável" e deverá ser "escrutinada pelo parlamento", mas não justifica a realização de uma comissão permanente extraordinária.

Apenas o PSD "acompanhou o fundamento e a proposta do CDS", acrescentou a deputada socialista.

Na terça-feira, o primeiro-ministro considerou que o caso das viagens de membros do Governo pagas pela Galp para assistir a jogos do europeu de futebol está "devidamente encerrado", garantindo que esses membros do executivo têm a sua confiança.

"É um assunto que é encerrado, o senhor primeiro-ministro em exercício [o ministro dos Negócios Estrangeiros] já teve oportunidade de dizer da parte do Governo o que tinha a dizer e as medidas que foram adotadas e que vão ser adotadas e, para mim, é um assunto que está devidamente encerrado", afirmou o primeiro-ministro, quando questionado sobre o caso que envolveu os secretários de Estado dos Assuntos Fiscais, Fernando Rocha Andrade, da Indústria, João Vasconcelos, e da Internacionalização, Jorge Costa Oliveira.

Lusa

  • SIC faz-se à estrada para ouvir eleitores
    2:13
  • Furacão Maria ameaça Ilhas Virgens e Porto Rico

    Mundo

    O furacão Maria "potencialmente catastrófico" está a ameaçar as Ilhas Virgens e o Porto Rico, depois de esta terça-feira ter semeado a destruição na Dominica e provocado um morto e dois desaparecidos na ilha francesa de Guadalupe.

  • Pistolas Nerf podem causar graves lesões nos olhos

    Mundo

    As balas das pistolas Nerf, quando atingem os olhos, podem causar graves lesões. O aviso é de um grupo de médicos de Londres, que recomenda a utilização de óculos protetores e o aumento da idade mínima para a utilização dos brinquedos.

    SIC

  • Investigadores descobrem como transformar gordura "má" em gordura "boa"

    Mundo

    Uma equipa de investigadores da Universidade de Washington, Estados Unidos, descobriu como converter a gordura corporal "má" em gordura "boa", permitindo queimar mais calorias e atrasar o aumento de peso, num estudo conduzido em ratos. Estes resultados abrem caminho para a possibilidade de desenvolver tratamentos mais eficazes para a obesidade e para a diabetes associada ao aumento de peso em pessoas, segundo os autores.

  • Escola na Croácia usa imagem de Melania Trump para chamar alunos

    Mundo

    "Imagine até onde pode ir com um pouco de inglês", foi com estas palavras que uma escola de inglês da Croácia decidiu promover as suas aulas, juntando ainda a fotografia de Melania Trump ao placard do anúncio. Agora, a primeira-dama norte-americana ameaça levar o Instituo Americki a tribunal. Entretanto, o placard já foi retirado do local.

    SIC