sicnot

Perfil

Caso das Viagens

Caso das Viagens

Caso das Viagens

Maioria de esquerda rejeita comissão permanente da AR sobre viagens pagas pela Galp

PS, BE, PCP e PEV recusaram esta quarta-feira o pedido do CDS-PP para uma reunião da comissão permanente do parlamento para debater as viagens de membros do Governo pagas pela Galp para assistir a jogos do europeu de futebol.

"Foi decidido, com maioria dos votos, não fazer essa reunião da comissão permanente com essa ordem de trabalhos", afirmou o presidente da Assembleia da República, em declarações aos jornalistas no final de uma reunião extraordinária da conferência de líderes.

O pedido para a realização de uma comissão extraordinária da comissão permanente tinha sido feito na semana passada pelo CDS-PP, mas acabou por ser "chumbado" hoje com os votos do PS, PCP, BE e PEV.

O presidente da Assembleia da República, Ferro Rodrigues, referiu ainda que o caso das viagens é um assunto que, se os partidos quiserem, poderá ser levado à comissão permanente que já está agendada para 08 de setembro.

"Nada impede os partidos de o fazerem, mas para a maioria deste parlamento não foi considerado como motivo suficiente e justificativo para uma reunião extraordinária da comissão permanente no mês de agosto", disse Ferro Rodrigues.

Posteriormente, a deputada socialista e secretária da mesa da Assembleia da República Idália Moniz adiantou que PS, PCP, BE e PEV coincidiram nos argumentos de que o caso das viagens não é "uma questão de gravidade e premência" que justifique a convocação de uma comissão permanente extraordinária.

A deputada do BE Mariana Mortágua, referiu ainda Idália Moniz, considerou também que a situação das viagens "é criticável" e deverá ser "escrutinada pelo parlamento", mas não justifica a realização de uma comissão permanente extraordinária.

Apenas o PSD "acompanhou o fundamento e a proposta do CDS", acrescentou a deputada socialista.

Na terça-feira, o primeiro-ministro considerou que o caso das viagens de membros do Governo pagas pela Galp para assistir a jogos do europeu de futebol está "devidamente encerrado", garantindo que esses membros do executivo têm a sua confiança.

"É um assunto que é encerrado, o senhor primeiro-ministro em exercício [o ministro dos Negócios Estrangeiros] já teve oportunidade de dizer da parte do Governo o que tinha a dizer e as medidas que foram adotadas e que vão ser adotadas e, para mim, é um assunto que está devidamente encerrado", afirmou o primeiro-ministro, quando questionado sobre o caso que envolveu os secretários de Estado dos Assuntos Fiscais, Fernando Rocha Andrade, da Indústria, João Vasconcelos, e da Internacionalização, Jorge Costa Oliveira.

Lusa

  • Deputado do PS abandona partido e pode colocar em causa maioria parlamentar
    2:28

    País

    Domingos Pereira foi eleito pelo círculo de Braga. Agora, vai demitir-se do Partido Socialista e entregar o cartão de militante. Contudo, mantém-se no Parlamento, passando assim a deputado independente na Assembleia da República. Pode estar em causa a maioria parlamentar quando o PCP se abstiver.

    Notícia SIC

  • Pedro Dias recusou mostrar caligrafia
    2:29

    País

    Pedro Dias forneceu esta segunda-feira ADN aos peritos do laboratório da polícia científica. O suspeito dos crimes de Aguiar da Beira também foi intimado a entregar amostras da própria caligrafia, mas recusou fazê-lo.

  • Autoridades italianas prosseguem buscas por desaparecidos em avalancha
    0:54
  • "O México não acredita em muros"
    0:45

    Mundo

    Em resposta a Donald Trump, o Presidente mexicano diz que o país não acredita em muros, mas em pontes. Enrique Peña Nieto diz ainda que o México vai procurar dialogar com os Estados Unidos sem confrontos, mas também sem submissão.

  • Carolina do Mónaco celebra o 60.º aniversário
    2:13

    Mundo

    Carolina do Mónaco celebra esta segunda-feira o 60.º aniversário. Em 60 anos, foi criança mediática, jovem rebelde e, agora, matriarca sem ser rainha. Carolina do Mónaco nunca saiu das revistas, por ser filha de Grace Kelly e Rainier do Mónaco, por ter somado namorados pouco recomendáveis para princesas, por ter perdido o pai dos seus filhos num terrível acidente.

  • Ator morre baleado durante gravações de videoclip na Austrália

    Mundo

    Um ator morreu depois de ter sido baleado durante as gravações de um videoclip da banda Bliss n Eso, na cidade australiana de Brisbane. A vítima foi identificada como Johann Ofner, de 28 anos. O homem chegou a receber a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos.