sicnot

Perfil

Caso das Viagens

Caso das Viagens

Caso das Viagens

Rocha Andrade diz que pediu escusa sobre decisões relativas a várias "entidades"

O secretário de Estados dos Assuntos Fiscais disse ao DN que já pediu escusa em relação a decisões sobre várias" entidades", referindo que "todos os membros do governo" são confrontados com situações idênticas.

"Todos os membros do Governo carregam consigo uma lista grande de entidades em relação às quais não devem tomar decisões. Eu e todos os meus antecessores, todos temos essa lista", disse Fernando Rocha Andrade quando questionado sobre a polémica em que se viu envolvido por causa das viagens ao Europeu de futebol de França pagas pela Galp.

Em agosto, a revista Sábado noticiava que o secretário de Estado dos Assuntos Fiscais viajou a convite da Galp para assistir a encontros da seleção portuguesa de futebol durante a fase de grupos do Europeu.

O caso levou o Conselho de Ministros a aprovar, em setembro, um código de conduta que funciona como um instrumento de autorregulação de natureza ética cuja responsabilização é política e que vincula membros do executivo, dos gabinetes e indiretamente dirigentes superiores da Administração Pública.

Na entrevista publicada hoje no Diário de Notícias, Rocha Andrade refere que em relação à Galp ainda não teve de tomar qualquer decisão mas que o mesmo não aconteceu em relação a outras "entidades" relativamente às quais pediu escusa.

"Até agora, não tive de tomar nenhuma decisão relativamente a essa empresa (Galp), mas já me foram presentes decisões para tomar relativamente a outras entidades em que tive a necessidade, precisamente, de invocar essa escusa, por que se verificavam situações que comprometiam a minha capacidade de decisão", disse Rocha Andrade que recusou adiantar o nome das entidades.

"Não vale a pena perguntar-me quais, porque faz parte do sigilo fiscal que protege essas entidades", acrescentou.

Sobre o caso das viagens da Galp, o secretário de Estado dos Assuntos Fiscais diz também que não sente que a posição no governo esteja enfraquecida mas que seria preferível evitar "aquele tipo de polémicas".

Lusa

  • Carro que atropelou adepto encontrado numa garagem na Amadora
    1:51

    Desporto

    O carro que atropelou o adepto da Fiorentina, junto ao Estádio da Luz, está nas mãos da Polícia Judiciária. O automóvel foi encontrado esta terça-feira por uma brigada da PSP na garagem de um casa da Amadora, que pertence a um elemento da claque dos No Name Boys.

  • Portugal subiu cinco lugares no Ranking da Liberdade de Imprensa
    1:42

    País

    Portugal está agora na 18 ª posição em 180 países no relatório deste ano dos Repórteres Sem Fronteiras. Esta associação revela que a imprensa portuguesa foi condenada 21 vezes por violação de liberdade de expressão e por difamação pelo Tribunal Europeu dos Direitos do Homem.

  • A SIC foi dar uma volta de bicicleta

    País

    Há 90 anos, cerca de 40 ciclistas partiam do Marquês de Pombal, em Lisboa, para a primeira etapa da 1.ª Volta a Portugal de Bicicleta. Hoje, um grupo de investigadores repete o percurso, até Setúbal, dando início a uma viagem que pretende incentivar o uso da bicicleta como meio de transporte no dia-a-dia. Um jornalista da SIC segue no pelotão e pode acompanhar a viagem em direto no Facebook da SIC Notícias.

    SIC