sicnot

Perfil

Caso das Viagens

Polémica das viagens pagas pela Galp começou há um ano

Polémica das viagens pagas pela Galp começou há um ano

O escândalo das viagens dos governantes ao europeu de futebol, em França, pagas pela Galp, rebentou em agosto de 2016. Quase um ano depois três secretários de Estado vão ser constituídos arguidos.

  • "Como é que esta investigação demora um ano?"
    0:50

    Caso das Viagens

    Durante o comentário de segunda-feira, no Jornal da Noite, Miguel Sousa Tavares questionou como é que a investigação ao caso das viagens pagas pela Galp demorou um ano. O comentador da SIC critica o Ministério Público pela demora, dizendo que se fosse para arquivar demoraria apenas um dia, e se não, seria um mês. Isto porque os factos eram "públicos, notórios e confessados pelos próprios", ou seja, "não havia nada a apurar em matéria factual".

  • Sindicato considera atuação de Rocha Andrade "corajosa"
    2:28

    Caso das Viagens

    Fernando Rocha Andrade foi o principal rosto da polémica das viagens pagas pela Galp. O secretário de Estado era responsável pelos assuntos fiscais e mesmo assim aceitou o convite de uma empresa que mantinha um contencioso com o Estado na ordem dos 100 milhões de euros. Rocha Andrade ainda se manteve no cargo durante um ano, mas impedido de decidir matérias relacionadas com a Galp. Os sindicatos elogiaram a portura do secretário de Estado e consideraram a sua atuação "corajosa".

  • João Vasconcelos estava a preparar a Web Summit
    1:36

    Caso das Viagens

    Três secretários de Estado apresentaram no domingo um pedido de exoneração, aceite pelo primeiro-ministro esta segunda-feira. Um deles é João Vasconcelos, considerado um empreendedor no Governo, o secretário de Estado da Indústria foi impulsionador da indústria 4.0 e atualmente estava a preparar a próxima edição da Web Summit, em Lisboa.

  • Passos acusa Governo de "sacudir água do capote"

    País

    O líder do PSD, Pedro Passos Coelho, acusou este sábado o Governo de "sacudir a água do capote" para não assumir a responsabilidade pelo que está a ser decidido, usando uma política de comunicação que considerou ser um "embuste".

  • Quase 200 polícias solidários com agentes acusados
    2:29

    País

    Perto de 200 polícias manifestaram-se este sábado na sede da PSP em Alfragide, em solidariedade com os 18 agentes acusados no processo Cova da Moura. O Sindicato Nacional de Polícia associou-se ao protesto e diz existir um aproveitamento político do caso.

  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.