sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

"Sinto-me muito feliz por ter salvado estas pessoas"

O segundo-comandante do navio King Jacob, que resgatou 22 dos sobreviventes do naufrágio de domingo no Mediterrâneo, disse hoje à Lusa que foram utilizadas cordas, boias e um barco pneumático para salvar os imigrantes. 

(AP/ Arquivo)

"Sinto-me muito feliz por ter salvado estas pessoas", afirmou o segundo-comandante do navio, o filipino Allan Lara, de 36 anos, contactado telefonicamente pela Lusa.  

Segundo Lara, depois de a embarcação se virar, os imigrantes desataram a nadar em direção ao seu navio, que se encontrava a poucos metros.

O navio mercante, de bandeira portuguesa, recebeu na madrugada de domingo um alerta das autoridades italianas para ir em auxílio da embarcação, que navegava na mesma zona do Mediterrâneo, a 70 milhas da costa da Líbia.

Segundo a procuradoria da Catânia (Sicília), que está a investigar o caso, a embarcação ao tentar aproximar-se do King Jacob colidiu com este e virou-se.

A bordo seguiam cerca de 800 pessoas indocumentadas, muitas delas trancadas no porão da embarcação, de acordo com os testemunhos de sobreviventes recolhidos pelo Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR).

Os restantes seis sobreviventes foram resgatados pelas autoridades italianas, um deles, oriundo do Bangladesh, transportado de helicóptero diretamente para a Catânia devido ao estado de saúde. 

 A procuradoria da Catânia considera que o naufrágio ocorreu devido a erros de manobra do capitão da embarcação naufragada e aos movimentos de pânico das centenas de migrantes que lá se encontravam, ilibando o navio mercante de qualquer responsabilidade no naufrágio.

O King Jacob está agora a caminho do porto de Palermo, na Sicília, onde deverá atracar.








Lusa
  • Pablo Bravo: o chileno suspeito de um assalto milionário em Gaia
    6:01

    País

    As autoridades receiam um aumento da violência nos assaltos de redes sul-americanas em Portugal, à semelhança do que tem acontecido noutros países europeus. Pablo Bravo é um chileno com um longo cadastro criminal que, em Portugal, é suspeito de um assalto milionário a um hipermercado, em Gaia e, dias depois, foi detido em flagrante, em Paris, a tentar roubar uma loja de relógios de luxo.

    Notícia SIC

  • Obras para as novas instalações da SIC já começaram
    1:54

    País

    As obras do novo estúdio da SIC e SIC Notícias vão começar. A ampliação do edifício do grupo Impresa vai unir os funcionários do grupo num único espaço, com uma área de 750 metros. O Presidente da Câmara de Oeiras entregou esta terça-feira a licença de obra.

  • Já há destinos esgotados para o Carnaval e Páscoa
    3:08

    Economia

    A procura de viagens na altura do Carnaval e Páscoa tem vindo a aumentar e vários destinos já estão esgotados já que muitas pessoas optam por tirar dias de férias nesta altura do ano. Em contagem decrescente, as agências de viagens não têm tido mãos a medir com promoções e ofertas para destinos variados e adequados a várias bolsas.

  • As crianças que estão a morrer à fome em África

    Mundo

    A UNICEF alertou esta terça-feira que a má nutrição aguda que afeta a Nigéria, Somália, Sudão do Sul e Iémen coloca este ano em "iminente" risco de morte 1,4 milhões de crianças devido à fome que existe naqueles países. São milhares de casos de um incessante desespero numa luta diária pela sobrevivência.

  • Cães desfilam no Rio de Janeiro
    1:00

    Mundo

    O tradicional cortejo de Carnaval brasileiro só acontece daqui a uns dias, mas no Rio de Janeiro já há inúmeros desfiles pelas ruas. Na praia de Copacabana, os animais mascararam-se de humanos.