sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Guarda Costeira italiana resgatou 3300 imigrantes ilegais

A Guarda Costeira italiana anunciou esta sexta-feira ter resgatado mais de 3300 imigrantes no Mediterrâneo, que viajavam em barcos improvisados, onde foram encontrados 17 mortos.

Segundo a Guarda Costeira italiana, os imigrantes foram resgatados ao largo da Líbia e na costa sul de Itália.

Segundo a Guarda Costeira italiana, os imigrantes foram resgatados ao largo da Líbia e na costa sul de Itália.

Petros Giannakouris / AP

Segundo a Guarda Costeira italiana, os imigrantes foram resgatados ao largo da Líbia e na costa sul de Itália.

Os mortos foram encontrados em três barcos insufláveis, a bordo do qual seguiam mais de 300 pessoas.

As operações de resgate de hoje envolveram pelo menos quatro navios da marinha italiana, barcos da guarda costeira e polícia aduaneira e navios militares irlandeses e alemães.

Na quinta-feira, mais de 700 imigrantes foram resgatados no Mediterrâneo.

Desde o início do ano, mais de 40 mil imigrantes ilegais desembarcaram em Itália, mas 1770 homens, mulheres e crianças morreram ou desapareceram ao tentar chegar à Europa, segundo dados da Organização Internacional para as Migrações.
Lusa
  • Uma viagem pela Estrada Nacional 236
    2:52
  • A reconstrução depois da tragédia de Pedrógão
    2:43
  • Marcelo reúne-se na quarta-feira com Putin

    País

    O Presidente da República reúne-se na quarta-feira, em Moscovo, com o líder russo, Vladimir Putin, informou este domingo a Presidência. Marcelo Rebelo de Sousa estará na capital da Federação Russa para assistir ao jogo da seleção portuguesa na fase final do Mundial de Futebol com a equipa de Marrocos

  • Novo busto de Ronaldo foi pedido pelo Museu CR7
    2:07
  • Grécia e Macedónia assinam acordo histórico
    2:02

    Mundo

    A Grécia e a Macedónia assinaram um acordo histórico para mudar o nome da antiga República Jugoslava para República da Macedónia do Norte. Em causa está um problema diplomático entre os dois países que dificultou os planos da Macedónia em aderir à União Europeia e às Nações Unidas.