sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Marinha britânica resgata cerca de 500 pessoas ao largo de Itália

A marinha britânica socorreu este domingo cerca de 500 pessoas a bordo de quatro embarcações em perigo ao largo de Itália, cuja chegada eleva para mais de 50 mil o número de migrantes que desembarcaram este ano na costa italiana.

No sábado, cerca de 3500 imigrantes amontoados em 15 barcos foram resgatados a 45 milhas ao largo da Líbia, sem terem sido registadas vítimas. (Arquivo)

No sábado, cerca de 3500 imigrantes amontoados em 15 barcos foram resgatados a 45 milhas ao largo da Líbia, sem terem sido registadas vítimas. (Arquivo)

© Soe Zeya Tun / Reuters

Um helicóptero a bordo do navio da Marinha Real 'Bulwark', que faz parte da frota multinacional que patrulha o Mediterrâneo, avistou quatro barcos hoje de manhã nas águas territoriais entre a Líbia e a Itália, disse um porta-voz do Ministério da Defesa britânico, em Londres.

"O 'Bulwark' começou as operações de socorro para resgatar as pessoas que seguiam a bordo", acrescentou.

No sábado, cerca de 3500 imigrantes amontoados em 15 barcos foram resgatados a 45 milhas ao largo da Líbia, sem terem sido registadas vítimas.

A marinha italiana, que recolheu 475 migrantes na Sicília, indicou ter recebido no barco de resgate sete mulheres grávidas, que foram hospitalizadas à chegada.

A guarda costeira italiana informou que os fuzileiros navais italianos, alemães e irlandeses tinham feito parte da operação, coordenada pela Organização Não Governamental MOAS (Migrant Offshore Aid Station), com sede em Malta, e pelos Médicos Sem Fronteiras.

Com os migrantes resgatados neste fim de semana e com os que chegaram aos portos da Sicília e ao sul da Itália, o número de migrantes acolhidos desde o início do ano pelo país deverá exceder os 50.000, o que representa um aumento superior a 10% durante os primeiros cinco meses de 2015, em comparação com o mesmo período do ano passado.

Em 2014, desembarcaram na costa italiana 170 mil migrantes.

Segundo a Organização Internacional para as Migrações, cerca de 1.770 homens, mulheres e crianças morreram ou desapareceram ao tentar a travessia, incluindo cerca de 800 migrantes no naufrágio de um barco em abril, a pior tragédia das últimas décadas no Mediterrâneo.

A Comissão Europeia instou os Estados-Membros da UE a apoiarem 40.000 requerentes de asilo da Síria e da Eritreia que chegaram à Itália e à Grécia, em solidariedade com Roma e com Atenas, mas o pedido tem suscitado grandes reservas, nomeadamente em França.
Lusa
  • Videoamador mostra grupo a atar tocha a um touro
    1:33
  • PJ investiga forma como o FC Porto obteve os e-mails
    1:58

    Desporto

    Enquanto o campeonato português de futebol está de férias do relvado, nos bastidores continua uma guerra aberta por causa dos e-mails. O FC Porto entregou à Polícia Judiciária toda a documentação disponível do chamado caso dos e-mails, que envolve o Benfica num alegado esquema de corrupção. O pedido foi feito pela Unidade Nacional de Combate à Corrupção da PJ. A forma como o FC Porto obteve os e-mails também está a ser investigada pela Polícia Judiciária.

  • Manifestantes bloquearam Caracas

    Mundo

    Milhares de pessoas bloquearam esta sexta-feira as ruas de Caracas e de outras cidades, em protesto contra a repressão e o assassinato de manifestantes pelas forças de segurança.