sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Mais de duas mil pessoas morreram no Mediterrâneo desde janeiro

Mais de duas mil pessoas morreram desde o início de 2015 ao tentarem atravessar o Mediterrâneo para chegar à Europa, segundo um novo balanço divulgado esta terça-feira pela Organização Internacional das Migrações (OIM).

Segundo a organização, cerca de 188 mil pessoas foram salvas no Mediterrâneo desde o início deste ano.

Segundo a organização, cerca de 188 mil pessoas foram salvas no Mediterrâneo desde o início deste ano.

© Darrin Zammit Lupi / Reuters

"Infelizmente ultrapassámos um marco em que 2 mil migrantes e refugiados morreram até ao fim de semana passado", disse um porta-voz da OIM, Itayi Virri, à imprensa em Genebra.

Segundo a organização, cerca de 188 mil pessoas foram salvas no Mediterrâneo desde o início deste ano.

Lusa

  • Passos Coelho diz que UE não tem dado resposta aos fluxos migratórios
    0:59

    Mundo

    O primeiro-ministro ponta o dedo à União Europeia na resposta aos fluxos migratórios ilegais no Mediterrâneo. Pedro Passos Coelho diz que nunca foi dito aos Estados Membros o que faz falta para concertar a estratégia para um problema comum, com várias raízes e que compromete a segurança do continente. Declarações em Málaga, na visita ao destacamento da Força Aérea Portuguesa que integra a Operação Indalo, uma missão da Frontex, a Agência europeia responsável pela gestão das fronteiras.

  • Carlos Coelho diz que faltam fundos e vontade para resolver crise migratória
    1:38

    País

    O eurodeputado do PSD, Carlos Coelho, considera que faltam fundos, mas também vontade política para resolver a crise de refugiados na Europa. Carlos Coelho diz que a diretiva do retorno não está a ser cumprida e é preciso rever as regras do asilo, que estão a agravar a situação dos refugiados económicos em Calais, por exemplo. No Mediterrâneo, a situação é ainda pior desde que a União Europeia criou uma operação para substituir a italiana Mare Nostrum, mas, no final, ficou tudo igual ou pior.

  • DIRETO: Célula terrorista preparava grande atentado na Catalunha

    Ataque em Barcelona

    Uma das vítimas mortais do atentado em Barcelona era de Lisboa e há uma outra portuguesa, a sua neta, desaparecida. A polícia procura quatro jovens e há outras quatro detenções confirmadas. Os autores dos ataques na Catalunha, que mataram 14 pessoas e feriram 140, pertenciam ao mesmo grupo. Siga aqui as últimas informações, ao minuto.

    Em atualização

  • Vídeo mostra passagem da carrinha a alta velocidade nas Ramblas
    0:33
  • O momento em que os suspeitos foram abatidos em Cambrils
    2:35

    Ataque em Barcelona

    Em Cambrils, também na Catalunha, foram mortos cinco alegados terroristas que atropelaram várias pessoas, uma morreu e seis ficaram feridas, quando escapavam a uma perseguição policial, esta madrugada. As autoridades investigam uma eventual relação entre os dois atentados. Nota: chamamos à atenção para a violência das imagens, que podem chocar os espetadores mais sensíveis.

  • Nível de ameaça terrorista em Portugal continua moderado
    1:31

    Ataque em Barcelona

    O primeiro-ministro garantiu hoje que, para já, o nível de ameaça terrorista em Portugal não vai ser alterado (o nível está no 4 em 5). Já o Presidente da República disse que não há tolerância possível e garante que há medidas preparadas caso o mesmo cenário venha a acontecer em Portugal.

  • Vento e calor provocam reacendimentos em Mação
    1:55

    País

    As temperaturas altas e o vento forte estão a provocar reacendimentos em Mação. No terreno mantêm-se cerca de 800 bombeiros, numa altura que que há receio que as chamas voltem a ficar ativas, como explica o repórter Rui Carlos Teixeira.