sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Cerca de 60 pessoas estão desaparecidas no Mediterrâneo ao largo da Líbia

Cerca de 60 pessoas estão desaparecidas no mar Mediterrâneo ao largo da Líbia, anunciou hoje a Organização Internacional para as Migrações (OIM), depois de entrevistar sobreviventes retirados de uma embarcação.

© Darrin Zammit Lupi / Reuters

A corveta italiana Fenice resgatou hoje dezenas de migrantes que estavam a bordo de uma embarcação de borracha danificada, depois de ser descoberto por um helicóptero da marinha.

Cinquenta e quatro migrantes foram levados para a ilha de Lampedusa, mas de acordo com os testemunhos dos sobreviventes, a embarcação havia partido com cerca de 117 a 120 pessoas a bordo, todos subsaarianos, referiu a OIM.

Mais de 30 passageiros eram mulheres mas não havia crianças, de acordo com a organização.

O Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) disse na semana passada que cerca de um quarto de milhão de migrantes cruzaram em direção à Europa pelo mar nesse ano, dos quais 124 mil chegaram à Grécia e 98 mil à Itália.

Mais de 2.100 pessoas morreram na tentativa de fazer a travessia, segundo a OIM.

Lusa

  • Atacantes usaram "tática defendida pelos extremistas do Daesh"
    1:43

    Ataque em Barcelona

    O ex-presidente do Observatório de Segurança, Criminalidade Organizada e Terrorismo esteve em direto, para a SIC Notícias, onde falou sobre o ataque desta quinta-feira nas Ramblas, em Barcelona. José Manuel Anes falou na tática defendida na revista dos extremistas do Daesh e que foi usada neste ataque: a utilização de viaturas "de preferência as mais pesadas para matar o maior número de pessoas".