sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Polícia francesa deteve cinco suspeitos de passarem migrantes através do canal da Mancha

Cinco pessoas suspeitas de tráfico de seres humanos entre a França e a Grã-Bretanha estavam hoje sob custódia num inquérito sobre uma rede de contrabandistas albaneses, informou a procuradoria de Boulogne-sur-Mer (norte de França).

© Juan Medina / Reuters

Os suspeitos, quatro dos quais de origem albanesa, estão sob custódia desde terça-feira. Entre eles encontra-se uma mulher estabelecida no litoral francês.

Eles permitiriam, a troco de pagamento, que migrantes viajassem para Inglaterra escondidos em camiões.

"Havia uma ligação com os camionistas" de veículos que atravessam o canal, indicou uma fonte policial.

As detenções resultam de uma longa investigação realizada na zona da costa francesa, mas também na Grã-Bretanha, segundo a mesma fonte.

Centenas de migrantes afluem a Calais na esperança de conseguir alcançar o Reino Unido, seja a bordo dos "ferry" que partem do porto, seja sobre os comboios que utilizam o túnel sob o canal da Mancha ou escondidos em camiões.

O reforço das medidas de controlo e segurança nos últimos dois meses tem levado a que as tentativas sejam mais arriscadas.

Lusa

  • Portugueses querem contratar Obama

    Mundo

    Contratar Barack Obama. Pode parecer uma tarefa impossível, mas para a startup portuguesa Swonkie a única resposta a este desafio é "Yes We Can", mote da campanha presidencial de Obama de há nove anos.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.