sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Macedónia vai deixar entrar número limitado de migrantes "vulneráveis"

O Governo da Macedónia anunciou hoje que vai permitir a entrada no país de um número limitado de migrantes considerados vulneráveis, depois de ter fechado a fronteira com a Grécia, junto à qual estão concentrados milhares de refugiados.

© Alexandros Avramidis / Reuter

"Um número limitado de migrantes ilegais de categorias vulneráveis está autorizado a entrar na Macedónia e a receber ajuda em conformidade com a capacidade do Estado", afirmou o Ministério do Interior num comunicado.

O texto não precisa quais são as categorias vulneráveis.

Nas últimas 24 horas, segundo o texto, a polícia emitiu documentos de trânsito temporários para 181 migrantes, maioritariamente da Síria, Bangladesh e Paquistão, que pretendem atravessar o território macedónio e seguir para o norte da Europa.

Antes de decretar o estado de emergência na fronteira sul, na quinta-feira, a Macedónia estava a emitir uma média de 1.300 documentos de trânsito temporários por dia, acrescentou.

Desde 19 de junho, mais de 41.000 migrantes atravessaram a fronteira com a Grécia, segundo a polícia.

Cerca de 3.000 pessoas, na maioria refugiados sírios, estão retidas do outro lado da fronteira, perto da aldeia grega de Edomeni, desde que o governo macedónio enviou tropas para a zona para controlar o afluxo de migrantes provenientes da Grécia.

Lusa

  • Trump desafia Oprah a candidatar-se para ser "derrotada como todos os outros"

    Mundo

    Apesar de Oprah Winfrey ter excluído uma eventual candidatura às eleições presidenciais dos Estados Unidos da América, Donald Trump ainda não se esqueceu dos rumores e desafiou a apresentadora a candidatar-se em 2020. Através do Twitter, o Presidente norte-americano disse ainda que assim poderia ser "exposta e derrotada como todos os outros".

    SIC

  • Mulher enterrada viva no Brasil
    1:13

    Mundo

    Uma mulher de 37 anos terá sido enterrada viva no oeste da Bahia, no Brasil. A certidão de óbito aponta um choque séptico como a causa da morte, mas os ferimentos com que foi encontrada no interior do caixão indicam um possível erro. Os moradores de casas vizinhas do cemitério municipal onde Rosângela dos Santos foi enterrada ouviram gritos vindos do túmulo.

  • António Guterres, "o governante mais amado desde sempre em democracia"
    2:27

    País

    António Guterres foi distinguido com o grau de honoris causa pela Universidade de Lisboa. A cerimónia decorreu esta manhã e contou com a presença do Presidente da República e do primeiro-ministro. Marcelo Rebelo de Sousa sublinhou que Guterres foi o governante mais amado da democracia portuguesa.