sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Corpos de cerca de 40 pessoas encontrados no porão de embarcação ao largo da Líbia

Os corpos de cerca de 40 pessoas foram encontrados hoje no porão de uma embarcação com mais de 400 migrantes no Mediterrâneo ao largo da Líbia, informou a guarda costeira sueca.

© Darrin Zammit Lupi / Reuters


A descoberta foi feita quando o navio sueco Poseidon foi enviado pela guarda costeira italiana para prestar ajuda a uma embarcação em perigo.

O porta-voz da guarda costeira sueca, Mattias Lindholm, disse à agência noticiosa France Presse que o Poseidon tinha conseguido resgatar 439 pessoas da embarcação de madeira.

"Infelizmente estavam cerca de 40 pessoas mortas no porão", adiantou.

O navio sueco estava na área como integrante da missão de busca e salvamento da Frontex, a agência de gestão das fronteiras da União Europeia.

Pouco antes do socorro à embarcação de madeira, o Poseidon tinha resgatado 130 migrantes de um bote de borracha na mesma zona.

Segundo a guarda costeira italiana, estavam a decorrer hoje à tarde operações de socorro para salvar cerca de 2.000 migrantes a bordo de uma dezena de outras embarcações igualmente ao largo da Líbia.

  • "O bom senso obriga a acordo para a estabilização do sistema financeiro"
    2:06

    Economia

    O Presidente da República disse esta quarta-feira que "o bom senso obriga a que todos estejam de acordo para a estabilização do sistema financeiro". Num aparente recado a Passos Coelho, Marcelo apelou a um consenso de regime e avisou que "não há prazer tático que justifique o desgaste" provocado pelas divisões atuais.

  • Uma alternativa aos serviços de enfermagem ao domicílio
    7:34
  • Familiares de vítimas procuram destroços do MH370
    1:48

    Voo MH370

    Um grupo de familiares das vítimas do avião das linhas aéreas da Malásia, desaparecido em 2014, procuram destroços do aparelho em Madagáscar. As autoridades malaias estudam a posssibilidade de uma nova operação de buscas.

  • Primeiro-ministro em lágrimas ao reencontrar refugiado que recebeu no Canadá em 2015

    Mundo

    Justin Trudeau desfez-se em lágrimas no reencontro com um refugiado sírio, que ele recebeu no Canadá em 2015. No ano passado, Trudeau recebeu pessoalmente os refugiados no aeroporto, onde foi visto a entregar casacos de inverno aos migrantes. Esta segunda-feira, o primeiro-ministro conheceu algumas das famílias que se estabeleceram no país, numa reunião filmada pela emissora canadiana CBC.