sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Ministra sueca emociona-se e chora na televisão perante imagem de criança síria

A ministra dos Negócios Estrangeiros sueca, Margot Wallstrom, chorou hoje durante um debate televisivo quando foi exibida a foto de Aylan Kurdi, o menor sírio afogado numa praia turca.

© TT News Agency / Reuters

Wallstrom estava a ser entrevistada na cadeia pública sueca SVT, durante um programa especial sobre o drama dos refugiados difundiu uma reportagem sobre esta imagem que perturbou o mundo inteiro.

Depois de terem sido passados excertos de uma entrevista radiofónica com o pai desta criança de três anos afogada no Mediterrâneo, o apresentador perguntou à ministra que estava em estúdio, o que sentia.

Enquanto secava algumas lágrimas, a ministra afirmou : "Pelo menos impôs-nos uma exigência de agir por ele e por todos os outros. É também uma cólera de ver que isto acontece, que continua. Porque antes eram grandes números e navios, pessoas sem rosto".

A social-democrata afirmou que defende que os outros países europeus façam um esforço comparável ao da Suécia no acolhimento dos refugiados.

"Os outros países da União Europeia deviam-se juntar a nós a assumir as suas responsabilidades. Não podemos assumir toda a responsabilidade", destacou.

O pai de Aylan contou na quinta-feira como os seus filhos de três e cinco anos, bem como a mãe destes, tinham morrido, com outros nove refugiados sírios, no naufrágio da sua embarcação em plena noite, quando procuravam chegar à ilha grega de Kos, que tem sido uma porta de entrada na União europeia.

Lusa

  • Principais factos da acusação no caso BPN dados como provados

    País

    O coletivo de juízes responsável pelo julgamento do processo principal do caso BPN interrompeu perto das 13:00 a leitura do acórdão iniciada pelas 10:30. Os principais factos da acusação são dados como provados, mas a leitura deverá demorar algumas horas.

  • Papa pede a Trump para ser pacificador
    1:12
  • Supremo confirma condenação de Messi por fraude fiscal

    Desporto

    O Supremo Tribunal de Justiça espanhol confirma a condenação de Lionel Messi por fraude fiscal. A notícia foi avançada pelo El País. O jogador do Barcelona foi condenado a 21 meses de prisão por três crimes fiscais que lesaram o Estado em 4,1 milhões de euros.

  • Autódromo do Estoril está ilegal há 45 anos

    Desporto

    De acordo com o Público este equipamento desportivo, inaugurado na década de 70, não tem licença de construção nem de utilização. Uma notícia que apanhou de surpresa o executivo camarário de Cascais, liderado por Carlos Carreiras.

  • Seca na Bacia do Sado exige restrições ao uso da água no Alentejo

    País

    A Agência Portuguesa do Ambiente aprovou hoje um conjunto de medidas para gestão dos recursos hídricos, definindo medidas específicas para a bacia hidrográfica do Sado, a única que se encontra em situação de seca. Além da diminuição de regas em hortas e jardins, a APA recomenda o encerramento das fontes decorativas, a proibição de encher piscinas e de lavagem de automóveis.