sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Polícia turca prende quatro presumíveis traficantes após morte de criança síria

A polícia turca deteve esta quinta-feira quatro presumíveis traficantes de nacionalidade síria após o naufrágio que provocou a morte de 12 migrantes que se dirigiam para a Grécia, incluindo uma criança de três anos, referiram os media locais.

As autoridades turcas dizem que desde o início de 2015 já socorreram ao largo das suas costas mais de 42 mil migrantes.

As autoridades turcas dizem que desde o início de 2015 já socorreram ao largo das suas costas mais de 42 mil migrantes.

© Leonhard Foeger / Reuters

Os quatro suspeitos, com idades entre os 30 e os 41 anos, foram presos na estação balnear turca de Bodrum (sudoeste), de onde partiram as duas embarcações que naufragaram quando se dirigiam para a ilha grega de Kos, precisou a agência noticiosa Dogan.

Suspeitos de homicídio e "tráfico de imigrantes", deverão ser presentes em tribunal ainda esta tarde, segundo a Dogan.

Na noite de terça-feira para quarta-feira, doze refugiados sírios morreram afogados ao largo de Bodrum quando tentavam entrar na Grécia, referiu a guarda-costeira turca.

Entre as vítimas, incluiu-se uma criança síria de três anos, cujas imagens do corpo à beira-mar numa praia, difundidas pelas redes sociais e os media, suscitaram uma vaga de emoção e indignação sobre o destino dos migrantes e refugiados que tentam alcançar a Europa.

Desde há vários meses que um número crescente de migrantes e refugiados, sobretudo sírios, afegãos ou africanos, tentam atravessar em condições muito precárias o mar Egeu para alcançar as ilhas gregas, porta de entrada na União Europeia (UE).

Entre Bodrum e a ilha de Kos, os candidatos ao exílio pagam mais de 1.000 dólares (900 euros) por uma das mais curtas passagens marítimas entre a Turquia e a Europa.

As autoridades turcas dizem que desde o início de 2015 já socorreram ao largo das suas costas mais de 42 mil migrantes.

Lusa

  • A história de Aylan e Galip, as crianças sírias que morreram afogadas
    1:42

    Crise Migratória na Europa

    A imagem das crianças sirias afogadas numa praia da Turquia está a revoltar o mundo. É um momento chocante mas que vários jornais e televisões mundiais, incluindo a SIC, decidiram mostrar. Precisamente porque se trata de uma imagem capaz de pressionar uma solução. É um poderoso documento, de inegável valor histórico, que nos interroga sobre o que somos e o que estamos dispostos a permitir. O naufrágio destas crianças, cujo nome e história de vida começamos agora a conhecer, foi descrito nas últimas horas como o "naufrágio da própria humanidade".

  • Equipa da SIC impedida de entrar na Venezuela

    País

    A SIC tinha uma equipa a caminho da Venezuela para cobrir as eleições da Assembleia Constituinte que decorrem no domingo. No entanto o jornalista Luís Garriapa e o repórter de imagem Odacir Junior foram impedidos de entrar no país. A equipa de reportagem foi barrada à chegada ao aeroporto de Caracas.

  • "Fomos considerados inadmissíveis no território da Venezuela"
    4:43

    País

    O jornalista Luís Garriapa entrou em direto no Jornal da Noite, para explicar o que aconteceu esta quinta-feira, no aeroporto de Caracas. A equipa de reportagem de SIC foi impedida de entrar na Venezuela, onde ia cobrir as eleições da Assembleia Constituinte, marcadas para domingo.

  • Oposição alarga protesto e anuncia "tomada da Venezuela"

    Mundo

    A oposição venezuelana recusou esta quinta-feira a proibição de manifestações decretada pelo Governo e avisou que, em resposta, ampliará o protesto previsto para sexta-feira, passando de uma "tomada de Caracas" para uma "tomada da Venezuela".

  • Marcelo lembra como foi tratada a tragédia durante a ditadura
    2:25

    Tragédia em Pedrógão Grande

    Marcelo Rebelo de Sousa não quis comentar diretamente a polémica em torno da lista das vítimas mortais de Pedrógão Grande, mas recorreu às cheias de 1967 para lembrar como as tragédias eram tratadas no tempo da ditadura. O Presidente da República defendeu que não é possível esconder a dimensão de uma tragédia num regime democrático. Há 50 anos, Marcelo Rebelo de Sousa acompanhou de perto a forma como o regime tentou esconder a verdadeira dimensão do incidente.

  • Ministra admite falhas no SIRESP no presente e no passado
    2:35

    País

    A ministra da Administração Interna admitiu, esta quinta-feira, que o SIRESP falha no presente tal como já falhou no passado, quando a tutela pertencia ao Governo PSD. Os sociais-democratas quiserem ouvir Constança Urbano de Sousa na comissão parlamentar mas desta vez a ministra defendeu-se com um ataque. 

  • À descoberta de Dago, o destroço mais visitado em mergulho de profundidade
    13:51
  • Uma viagem aérea pela aldeia histórica de Monsanto
    0:50
  • Quase três mil toneladas de plástico ameçam tartarugas no Mediterrâneo
    2:35

    Mundo

    O Mar Mediterrâneo está sob a ameaça de se tornar uma lixeira com três mil toneladas de plástico a flutuarem entre a Europa e África. Há milhões de turistas a nadarem nestas águas e há espécies marinhas que já estão em perigo. No Chipre, os cientistas estão a tentar proteger tartarugas, cuja alimentação já é quase totalmente de plástico.

  • Deputado da Malásia diz que negar sexo ao marido é uma forma de abuso

    Mundo

    Um deputado malaio tem sido alvo de algumas críticas na internet, depois de ter dito que negar sexo a maridos é uma forma de abuso psicológico e emocional por parte das mulheres. As declarações de Che Mohamad Zulkifly Jusoh foram feitas durante um debate sobre as alterações às leis de violência doméstica, na quarta-feira.

    SIC