sicnot

Perfil

Crise Migratória na Europa

Costa diz que a sua vida fala por si no apoio a refugiados

Costa diz que a sua vida fala por si no apoio a refugiados

Sobre as críticas de Nuno Melo e Moreira da Silva que acusam o secretário-geral do PS de encontrar no acolhimento aos refugiados um pretexto para o combate à desertrificação do interior do país, António Costa diz que não tem comentários a fazer porque o seu percurso político fala por si.

António Costa falava aos jornalistas à chegada à Gare do Oriente, em Lisboa, antes de iniciar uma viagem de comboio para o Porto, depois de confrontado com críticas feitas por elementos do CDS e do Bloco de Esquerda por ter sugerido um conjunto de funções que os refugiados do Médio Oriente poderão desempenhar em Portugal, sobretudo nas zonas em risco de desertificação.

"Não tenho nenhuma resposta a dar. Respondo pela minha vida e por tudo aquilo que tenho feito em matéria de política de refugiados", disse, numa alusão às suas anteriores funções de presidente da Câmara de Lisboa, ministro de Estado e da Administração Interna no primeiro Governo de José Sócrates e de ministro da Justiça no segundo Governo liderado por António Guterres.

Em matéria de refugiados, o secretário-geral do PS defendeu que Portugal tem "o dever e a capacidade" de assumir uma posição mais pró-ativa em termos de acolhimento.

Com Lusa

  • Traço contínuo às curvas
    2:42
  • Quando se pode circular pela esquerda? A GNR explica (e fiscaliza)
    5:46

    Edição da Manhã

    A regra aplica-se a autoestradas e outras vias com esse perfil mas dentro das localidades há exceções. A Guarda Nacional Republicana está a promover em todo o território nacional várias ações de sensibilização e fiscalização no sentido de prevenir e reprimir a circulação de veículos pela via do meio ou da esquerda quando não exista tráfego nas vias da direita. O major Paulo Gomes, da GNR, esteve na Edição da Manhã. 

  • Jovens impedidas de embarcar de leggings

    Mundo

    A moda das calças-elásticas-super-justas volta a fazer estragos. Desta vez nos EUA onde duas adolescentes foram impedidas de embarcar num voo da United Airlines devido à indumentária, que não cumpria com as regras dos tripulantes ou acompanhantes da companhia aérea norte-americana.

    Manuela Vicêncio

  • Cristas calcula défice de 3,7% sem "cortes cegos" das cativações
    0:45

    Economia

    Assunção Cristas diz que o défice de 2,1% só foi conseguido porque o Governo fez cortes cegos na despesa pública. Esta manhã, depois de visitar uma unidade de cuidados continuados em Sintra, a presidente do CDS-PP afirmou que, pelas contas do partido, sem cativações, o défice estaria nos 3,7%.

  • O pedido de desculpas de Dijsselbloem
    2:12

    Mundo

    O Governo português continua a mostrar a indignação que diz sentir perante as declarações do presidente do Eurogrupo. O ministro dos Negócios Estrangeiros português garante que com Dijsselbloem "não há conversa possível". Jeroen Dijsselbloem começou por recusar pedir desculpa mas depois cedeu perante a onda de indignação.