sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Migrantes encontrados em camião na Áustria morreram asfixiados rapidamente

Os 71 migrantes encontrados mortos num camião refrigerado numa autoestrada austríaca em finais de agosto morreram provavelmente por asfixia "em muito pouco tempo" após a partida do veículo, anunciou esta sexta-feira a polícia austríaca.

O camião foi encontrado abandonado no dia 27 de agosto, ao final da manhã, na berma de uma autoestrada perto de Parndorf, não muito longe da fronteira com a Hungria. (Arquivo)

O camião foi encontrado abandonado no dia 27 de agosto, ao final da manhã, na berma de uma autoestrada perto de Parndorf, não muito longe da fronteira com a Hungria. (Arquivo)

© Pascal Rossignol / Reuters

"Tendo em conta o número de pessoas e o volume de ar disponível, a morte provavelmente ocorreu em muito pouco tempo", depois do grupo ter entrado no interior do camião, disse o responsável pela investigação, Hans Peter Doskozil, com base nos primeiros resultados da autópsia.

Nenhuma vítima -- 59 homens, oito mulheres e quatro crianças -- foi formalmente identificada nesta fase, mas os dados recolhidos no decorrer da investigação sugerem que os migrantes sejam sírios, iraquianos e afegãos, segundo acrescentou Hans Peter Doskozil, numa conferência de imprensa em Eisenstadt, no leste da Áustria.

O camião foi encontrado abandonado no dia 27 de agosto, ao final da manhã, na berma de uma autoestrada perto de Parndorf, não muito longe da fronteira com a Hungria.

A descoberta dos 71 corpos no interior do veículo em avançado estado de decomposição chocou toda a Europa.

Segundo a investigação, os migrantes terão entrado no camião na madrugada do dia 26 de agosto na fronteira servo-húngara, ou seja, a morte terá ocorrido cerca de 24 horas antes da macabra descoberta.

Hans Peter Doskozil precisou que o camião refrigerado de transporte de carne de frango estava "hermeticamente selado", acrescentando que a análise dos vestígios de ADN encontrados na cabine do veículo confirmou o envolvimento de cinco suspeitos -- quatro búlgaros e um afegão -- que foram entretanto detidos na Hungria.

Três outros suspeitos foram hoje indiciados pela justiça búlgara por "participação em grupo criminoso organizado".

Entre estes suspeitos está Tsvetan Georgiev Tsvetanov, de 32 anos, considerado pelos investigadores búlgaros como o presumível condutor do camião. O suspeito aguarda a extradição para a Áustria.

Durante uma audiência na quinta-feira, Tsvetanov (detido na segunda-feira num bairro no noroeste da Bulgária) declarou que não sabia que transportava pessoas.

Lusa

  • As crianças e o frio. O que vestir
    1:58

    País

    O médico Pedro Ribeiro da Silva, da Direção-Geral da Saúde, aconselha especial cuidado com as extremidades do corpo - usar luvas e gorros. E demasiado agasalhadas pode levá-as a transpirar mais e, consequentemente, desidratar.

  • Pelo menos 30 mortos e 75 feridos em incêndio e derrocada de edifício em Teerão

    Mundo

    Pelo menos 30 bombeiros morreram esta quinta-feira e cerca de 75 pessoas ficaram feridas em Teerão, quando um edifício de 17 andares ruiu depois de ser consumido pelas chamas, noticiaram os meios de comunicação estatais iranianos. O edifício "Plasco" situa-se no centro da capital iraniana, a norte da zona do mercado.

    Em desenvolvimento

  • Os finalistas do Carro do Ano 2017 são...
    0:53

    Economia

    São sete os escolhidos pelos jurados do Carro do Ano, iniciativa do Expresso e da SIC Notícias. À final chegaram o Citroen C3 Pure Tech, o Hyundai IONIQ Hybrid Tech, da Kia o novo modelo Optima Sportwagon 1.7 CRDi GT Line, o Peugeot 3008 Allure 1.6 BlueHdi, o Renault Mégane Sport Tourer Energy dCI, o SEAT Ateca 1.6 TDI CR Style e ainda o Volvo V90.