sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Jornalista húngara que pontapeou refugiados diz que teve ataque de pânico

A jornalista húngara, que foi despedida depois de ter sido filmada a pontapear vários refugiados sírios junto à fronteira sérvia, no sul da Hungria, lamentou hoje o seu comportamento, justificando que teve um ataque de pânico.

© Marko Djurica / Reuters

"Sinto muito o que ocorreu (...). Estou em estado de choque pelo que fiz e pelo que estão a fazer comigo", disse a repórter Petra Lázló numa carta publicada hoje na imprensa local.

A polícia de Budapeste interrogou a jornalista, que é acusada de vandalismo.

Petra Lázló contou que quando estava a trabalhar na zona de Röszke, centenas de refugiados começaram a correr, o que a assustou.

"É difícil tomar decisões corretas quando se está em pânico. Não consegui fazê-lo", assegurou.

Petra László, repórter do canal de televisão N1TV, próxima do partido de extrema-direita Jobbik, foi filmada na terça-feira passada a pontapear duas crianças refugiadas e a passar uma rasteira a um homem que corria com uma criança ao colo.

Na sequência do episódio, o canal N1TV despediu a repórter de imagem, considerando o "comportamento inaceitável".

"Estava em pânico e agora vejo-me nas gravações como se não fosse eu", disse, assegurando que "está arrependida com o que aconteceu" e que vai "assumir a responsabilidade" pelos seus atos.

Lázló assegurou também que "não merece a caça às bruxas política", bem como as ameaças, até de morte, que recebeu, sublinhando que "não é uma jornalista racista".

"Sou apenas uma mulher, uma mãe agora sem trabalho que numa situação de pânico tomou uma decisão errada", conclui na carta publicada no portal "index".

Lusa

  • Deputado do PS abandona partido e pode colocar em causa maioria parlamentar
    2:28

    País

    Domingos Pereira foi eleito pelo círculo de Braga. Agora, vai demitir-se do Partido Socialista e entregar o cartão de militante. Contudo, mantém-se no Parlamento, passando assim a deputado independente na Assembleia da República. Pode estar em causa a maioria parlamentar quando o PCP se abstiver.

    Notícia SIC

  • Pedro Dias recusou mostrar caligrafia
    2:29

    País

    Pedro Dias forneceu esta segunda-feira ADN aos peritos do laboratório da polícia científica. O suspeito dos crimes de Aguiar da Beira também foi intimado a entregar amostras da própria caligrafia, mas recusou fazê-lo.

  • Autoridades italianas prosseguem buscas por desaparecidos em avalancha
    0:54
  • "O México não acredita em muros"
    0:45

    Mundo

    Em resposta a Donald Trump, o Presidente mexicano diz que o país não acredita em muros, mas em pontes. Enrique Peña Nieto diz ainda que o México vai procurar dialogar com os Estados Unidos sem confrontos, mas também sem submissão.

  • Carolina do Mónaco celebra o 60.º aniversário
    2:13

    Mundo

    Carolina do Mónaco celebra esta segunda-feira o 60.º aniversário. Em 60 anos, foi criança mediática, jovem rebelde e, agora, matriarca sem ser rainha. Carolina do Mónaco nunca saiu das revistas, por ser filha de Grace Kelly e Rainier do Mónaco, por ter somado namorados pouco recomendáveis para princesas, por ter perdido o pai dos seus filhos num terrível acidente.

  • Ator morre baleado durante gravações de videoclip na Austrália

    Mundo

    Um ator morreu depois de ter sido baleado durante as gravações de um videoclip da banda Bliss n Eso, na cidade australiana de Brisbane. A vítima foi identificada como Johann Ofner, de 28 anos. O homem chegou a receber a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos.