sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Jornalista húngara que pontapeou refugiados diz que teve ataque de pânico

A jornalista húngara, que foi despedida depois de ter sido filmada a pontapear vários refugiados sírios junto à fronteira sérvia, no sul da Hungria, lamentou hoje o seu comportamento, justificando que teve um ataque de pânico.

© Marko Djurica / Reuters

"Sinto muito o que ocorreu (...). Estou em estado de choque pelo que fiz e pelo que estão a fazer comigo", disse a repórter Petra Lázló numa carta publicada hoje na imprensa local.

A polícia de Budapeste interrogou a jornalista, que é acusada de vandalismo.

Petra Lázló contou que quando estava a trabalhar na zona de Röszke, centenas de refugiados começaram a correr, o que a assustou.

"É difícil tomar decisões corretas quando se está em pânico. Não consegui fazê-lo", assegurou.

Petra László, repórter do canal de televisão N1TV, próxima do partido de extrema-direita Jobbik, foi filmada na terça-feira passada a pontapear duas crianças refugiadas e a passar uma rasteira a um homem que corria com uma criança ao colo.

Na sequência do episódio, o canal N1TV despediu a repórter de imagem, considerando o "comportamento inaceitável".

"Estava em pânico e agora vejo-me nas gravações como se não fosse eu", disse, assegurando que "está arrependida com o que aconteceu" e que vai "assumir a responsabilidade" pelos seus atos.

Lázló assegurou também que "não merece a caça às bruxas política", bem como as ameaças, até de morte, que recebeu, sublinhando que "não é uma jornalista racista".

"Sou apenas uma mulher, uma mãe agora sem trabalho que numa situação de pânico tomou uma decisão errada", conclui na carta publicada no portal "index".

Lusa

  • Costa desvaloriza ameaça e mantém planos de visita a Angola
    2:27

    Economia

    O governo angolano reagiu duramente à acusação do Ministério público portugues contra o vice-presidente de Angola. Luanda diz que a acusação é um sério ataque à República de Angola que pode perturbar as relações entre os dois paises. António Costa desvaloriza a ameaça e mantém os planos de uma visita a Angola na primavera.

  • Catarina Martins diz que é preciso ouvir os dois secretários de Estado sobre offshores
    1:27

    Economia

    O Bloco de Esquerda diz que participa com empenho em todas as comissões de inquérito, mas insiste que não faz sentido suspender o trabalho da comissão em curso sobre a Caixa Geral de Depósitos. Catarina Martins esteve esta manhã em Estremoz, onde comentou também o caso das transferências para offshores. A coordenadora do Bloco diz que é preciso ouvir os dois Secretários de Estado dos assuntos fiscais para perceber o que se passou.

  • Brasil já tirou o "pé do chão"
    1:59

    Mundo

    Já começaram os desfiles e festas de carnaval, no Rio de Janeiro.Esta sexta feira foi o início oficial das celebrações com centenas de milhar de pessoas nas ruas até de madrugada.

  • Luaty Beirão agredido em manifestação em Luanda
    1:27

    Mundo

    Luanda tem sido palco de várias manifestações contra a forma como está a decorrer o processo eleitoral em Angola. Esta sexta-feira, uma dessas manifestações acabou em confrontos com as autoridades. Entre os manifestantes estava o ativista Luaty Beirão.

  • Atores de Hollywood contra Trump
    1:44

    Mundo

    Centenas de pessoas juntaram-se em mais um protesto contra o presidente dos Estados Unidos. A manifestação, em Beverly Hills, juntou várias estrelas de Hollywood.