sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Perto de 430 mil refugiados e migrantes atravessaram o Mediterrâneo desde janeiro

Mais de 430.000 refugiados e migrantes atravessaram o Mediterrâneo desde janeiro e perto de 2.770 morreram ou são considerados desparecidos, anunciou hoje a Organização internacional para as migrações (OIM).

© Yannis Behrakis / Reuters

Mais de 310.000 do total de refugiados e migrantes chegou à Grécia, e 121.000 a Itália, refere a última avaliação efetuada pela organização internacional com sede em Genebra. A Espanha chegaram por sua vez 2.166 pessoas, e 100 a Malta.

A OIM especifica que 2.748 estão mortos ou são considerados desparecidos no mar durante estas travessias.

Segundo o Alto Comissariado da ONU para os Refugiados (ACNUR), em todo o ano de 2014 cerca de 3.500 migrantes e refugiados encontraram a morte ou foram considerados desaparecidos no Mediterrâneo.

No total, 432.761 pessoas chegaram ao continente europeu desde janeiro, contra 219.00 para 2014.

Em 3 de setembro, a OIM contabilizou a chegada de cerca de 364.000 pessoas à Europa provenientes de diversas regiões do Mediterrâneo. Este importante aumento dos números é designadamente explicado por uma melhoria do sistema de registo dos migrantes e refugiados pelas autoridades gregas, explicou à agência noticiosa AFP um porta-voz da OIM em Genebra.

A maioria dos refugiados que desembarcaram na Grécia são sírios, seguidos por afegãos, enquanto na Itália os eritreus são mais numerosos, seguidos por nigerianos e os somalis.

Hoje, diversos países europeus manifestaram a sua oposição ao sistema de quotas obrigatórias de acolhimento de refugiados sugeridas por Berlim e Bruxelas para integrar o fluxo ininterrupto de refugiados que se dirige para a Europa em condições controversas, como na Hungria.

Para sábado estão previstas manifestações de apoio aos imigrantes e refugiados em diversas capitais europeias.

Lusa

  • A fuga dos PIDES
    1:16

    Perdidos e Achados

    Ao final do dia 29 de Junho de 1975, 89 agentes da PIDE fugiam da cadeia de Vale de Judeus, em Alcoentre. Mais de 40 anos depois, Perdidos e Achados recupera um dos acontecimentos do Verão Quente em Portugal. Hoje no Jornal da Noite e conteúdos exclusivos no site.

    Hoje no Jornal da Noite

  • Uma volta a Portugal. De bicicleta mas sem licra

    País

    Um grupo de professores propõe-se a repetir o percurso da 1.ª Volta a Portugal em Bicicleta, 90 anos depois. Não se trata de uma corrida, pelo contrário querem provar que qualquer um o pode fazer e promover o uso da bicicleta como meio de transporte pessoal. “Dar a volta” parte para a estrada esta quarta-feira, de Lisboa a Setúbal, tal como em 26 de abril de 1927.

    Ricardo Rosa

  • Casa Madonna di Fatima em Roma é um lar de idosos com 9 irmãs portuguesas
    4:29

    Mundo

    A mais antiga igreja dedicada à Senhora de Fátima em Roma tem mais de 50 anos. Foi construída pelas franciscanas hospitaleiras do Imaculado Coração, uma congregação fundada em Portugal. Hoje, as religiosas portuguesas gerem um lar na mesma rua, mas o templo foi entregue a uma congregação italiana.