sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Eslováquia suspende acordo de Schengen

A Eslováquia introduziu hoje o controlo temporário nas fronteiras com a Hungria e a Áustria. É mais um país da União Europeia a fazê-lo, depois de a Alemanha ter introduzido medidas semelhantes durante o fim de semana.

Soldados nas fronteiras húngaras

Soldados nas fronteiras húngaras

© Laszlo Balogh / Reuters

"No seguimento do anúncio da Alemanha de que ia temporariamente introduzir o controlo nas suas fronteiras com a Áustria, a Eslováquia começou a controlar temporariamente as fronteiras com a Hungria e a Áustria", disse a porta-voz do Ministério do Interior, Michaela Paulenova, em comunicado.

"Em ligação com a situação de emergência e os fluxos migratórios, a polícia da Eslováquia aumentou a sua presença nas fronteiras em 220 agentes, comparado com as operações normais", acrescentou a responsável, salientando que os controlos também estavam a ser feitos "em determinados locais das fronteiras verdes", isto é, florestas e áreas rurais.

"A situação está a ser monitorizada constantemente e em coordenação com as forças policiais da Áustria, Hungria e República Checa", lê-se ainda no comunicado citado pela AFP.

Ao contrário dos vizinhos Áustria e Hungria, a República Checa e a Eslováquia não têm tido um número significativo de refugiados a atravessar o seu país para outros territórios como a Alemanha.

Alemanha impõe controlo mas não fecha fronteiras

Entretanto, a Alemanha sublinhou hoje que o restabelecimento dos controlos de fronteiras não significa que o país esteja a entrada aos migrantes e aos requerentes de asilo. O objetivo de Berlim é tornar o processo "mais ordenado", disse o porta-voz da chancelaria.

Com Lusa

  • Crise dos refugiados é "a ponta do icebergue"
    3:20

    Crise Migratória na Europa

    O Papa afirmou hoje que a crise dos refugiados na Europa é "a ponta do icebergue", criada por "um sistema socioeconómico mau e injusto". Em entrevista à Rádio Renascença, em Roma, Francisco considerou que o problema está no foco da sociedade que deixou de ser a pessoa e passou a ser o dinheiro. "Estes refugiados fogem da guerra, da fome, mas essa é a ponta do icebergue. Por baixo está a causa e a causa é um sistema socioeconómico mau e injusto, porque dentro de um sistema económico, dentro de tudo, dentro do mundo - falando do problema ecológico -, dentro da sociedade socioeconómica, dentro da política, o centro tem de ser sempre a pessoa", disse o Papa, lembrando que 17% da população mundial detém 80% das riquezas. "Temos que tratar as causas, onde há fome temos que criar fontes de trabalho, onde há guerra é preciso trabalhar pela paz. Hoje em dia, o mundo está em guerra contra si mesmo, uma guerra em fol

  • Passos diz que suspensão do acordo de Schengen pela Alemanha é compreensível
    0:46

    Crise Migratória na Europa

    O primeiro-ministro português diz que perante um afluxo tão grande de refugiados é normal que possa ser necessário suspender temporariamente o acordo de Schengen. Para Pedro Passos Coelho é a única maneira de garantir que os refugiados são acolhidos de forma digna e em condições de segurança, mas o Chefe do Governo diz também que é importante perceber se a suspensão de fronteiras decretada pela Alemanha cumpre todas as regras.

  • Controlo de fronteiras e refugiados marcam cimeira europeia
    1:46

    Crise Migratória na Europa

    Os ministros do Interior e da Justiça da União Europeia reúnem-se hoje em Bruxelas para discutir a situação dos refugiados. A reunião ganha ainda mais importância depois da decisão da Alemanha, que ontem suspendeu o acordo de Schengen e reintroduziu o controlo de fronteiras, pelo menos na fronteira com a Áustria. A Hungria também prepara um pacote legislativo para fechar a fronteira com a Servia. O relato é da enviada da SIC Cândida Pinto.

  • Paulo Macedo pede calma para o bem do banco
    1:45

    Caso CGD

    Paulo Macedo falou pela primeira vez desde que foi eleito o novo Presidente da Caixa Geral de Depósitos e, para o bem do banco público, pediu calma a todos. Passos Coelho veio dizer que a recapitalização da Caixa pode ter de ser feita no verão do próximo ano para salvaguardar o défice deste ano. Já António Costa preferiu não comentar as declarações de Passos e diz que o banco público há muito que precisava de ser recapitalizado.

  • Condutores continuam com dúvidas em como circular numa rotunda
    2:06

    País

    Circular nas rotundas continua a ser um problema para muitos condutores. Cerca de 3 mil foram multados nos últimos três anos depois da entrada em vigor do novo código, os números são avançados pela Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária. Os instrutores de condução dizem que a medida provoca mais confusão nas horas de ponta.

  • O que aconteceu à menina síria que relatava a guerra no Twitter?
    1:59
  • Youtuber Miguel Paraiso escreveu uma paródia musical para a Reportagem da SIC "Renegados"
    1:27

    Grande Reportagem SIC

    O youtuber Miguel Paraiso escreveu uma paródia musical para a Grande Reportagem SIC "Renegados". Desde ontem já teve 67 mil visualizações no Facebook. Imagine que ia renovar o cartão de cidadão e diziam-lhe que afinal não é português? Mesmo tendo nascido, crescido, estudado e trabalhado sempre em Portugal? Foi o que aconteceu a inúmeras pessoas que nasceram depois de 1981, quando a lei da nacionalidade foi alterada.«Renegados» é como se sentem estes filhos de uma pátria que os excluiu. Para ver, esta quarta-feira, no Jornal da Noite da SIC.

  • "A nossa guerra não deixou heróis, só vilões e vítimas"
    5:26

    Mundo

    Luaty Beirão é o rosto mais visível de um movimento de contestação ao regime angolano que começou em 2011, ano da Primavera árabe. Mas a par dos 15+2, mediatizados num processo que os condenou por lerem um livro, outros activistas arriscam diariamente a liberdade.