sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Passos com expetativas de "entendimento voluntário" na reunião de Bruxelas

O primeiro-ministro disse hoje ter a expetativa de que o conselho extraordinário de ministros da Justiça e Assuntos Internos da União Europeia possa chegar a "um entendimento voluntário" entre os países sobre os requisitos para o acolhimento de refugiados.

© Eric Vidal / Reuters

"Temos a expetativa que possa nesta reunião ser atingido um entendimento voluntário entre todos os países para preencher os requisitos que permitirão fazer o acolhimento dos refugiados e, ao mesmo tempo, fazê-lo de tal maneira que os países recebam com alguma proporção com aquilo que são as suas condições de receção e os refugiados que precisam de asilo", afirmou o primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, em declarações aos jornalistas à saída de um almoço de pré-campanha da coligação PSD/CDS-PP.

Pois, acrescentou, caso seja possível alcançar esse "entendimento voluntário", a Comissão Europeia não precisará de impor medidas.

Sublinhando que é necessário criar condições para acolher os refugiados dentro da União Europeia "em condições de dignidade e de segurança" para eles próprios e para as comunidades que os recebem, Passos Coelho reconheceu que nem sempre isso tem acontecido.

"O fluxo anormal que se tem registado, sobretudo em direção a certos países, não tem permitido que essas condições estejam reunidas e é preciso que elas possam realmente estar reunidas para que a Europa possa ser solidária e que aqueles que fogem à guerra possam encontrar efetivamente uma resposta solidária em todos os países europeus", sustentou.

O primeiro-ministro, que disse preferir aguardar pelo final da reunião em Bruxelas para fazer mais comentários, reiterou ainda que da parte portuguesa tem existido "uma posição extremamente cooperante para ajudar a resolver esse problema", que não é apenas um problema da Europa, mas do mundo, porque se trata de "uma tragédia humanitária".

"Não são problemas que possam desaparecer de um dia para o outro", frisou.

Questionado sobre a decisão da Alemanha, Eslováquia e Áustria de impor maior controlo das suas fronteiras, o primeiro-ministro escusou-se a "comentar individualmente a posição que um ou outro país está a assumir, insistindo que é preciso haver "uma resposta mais concertada e solidária" para que se possa "normalizar mais rapidamente as condições de acesso dos refugiados".

Lusa

  • "Serei o Presidente de todos os angolanos"
    2:06
  • Costa de Metro de Odivelas para Lisboa para relembrar corrida entre burro e Ferrari
    2:55

    Autárquicas 2017

    António Costa começou hoje o dia de campanha em Odivelas, para uma viagem de Metro até Lisboa, em que recordou a célebre corrida entre um burro e um Ferrari que protagonizou em 1993 quando foi canditado do PS à Câmara de Loures. Foi nesta cidade, onde ontem à noite, que desferiu um violento ataque a Pedro Passos Coelho, acusando-o de transformar o PSD num partido que não é digno de um Estado democrático.

  • O aeroporto de Beja, um "elefante branco" na planície alentejana
    4:33
  • Supervisão bancária origina novo diferendo entre Carlos Costa e Governo
    0:57

    Economia

    Reacendeu-se a guerra entre o Governo e o governador do Banco de Portugal. Em conferência na sede do banco, esta segunda-feira, Carlos Costa deixou uma crítica indireta ao novo modelo de supervisão bancária. O ministro das Finanças, Mário Centeno, não gostou e exigiu a Carlos Costa que se retratasse, mas o governador recusou-se.

  • Paciente há 15 anos em estado vegetativo consegue seguir objetos e mexer a cabeça

    Mundo

    Um homem de 35 anos, que ficou em estado vegetativo após um acidente de viação há 15 anos, deu sinais de consciência depois de lhe ter sido aplicada uma nova técnica de estimulação nervosa. Cirurgiões implantaram no paciente um pequeno aparelho que estimula o nervo vago, responsável pela ligação nervosa entre o cérebro e o resto do corpo. A intervenção aconteceu em França e a descoberta foi publicada na revista científica Current Biology.