sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

UE decide usar navios de guerra no combate ao tráfico de pessoas

A União Europeia decidiu hoje recorrer à força militar para combater o tráfico de pessoas no mar Mediterrâneo, no âmbito da operação naval EUNAVFOR-Med, adiantaram fontes europeias em Bruxelas. Fontes comunitárias indicaram à agência de notícia espanhola EFE, que a decisão foi tomada hoje em Conselho de Ministros dos Assuntos Gerais da União Europeia.

© Alkis Konstantinidis / Reuter

A medida, que deverá ser implementada no início de outubro, possibilita aos navios de guerra europeus fazerem buscas, apreensões e desviar embarcações suspeitas de seres usados pelos traficantes de pessoas.

O comandante da missão da segurança europeia contra os traficantes de seres humanos, a EUNAVFOR-Med, almirante Enrico Credendino, propôs na semana passada aos 28 Estados-membros da União Europeia o avanço para uma fase mais agressiva.

A missão dura há cerca de dois meses e tem apenas monitorizado, em águas internacionais, as redes de contrabando criminosas, que operam a partir da costa da Líbia.

Reunidos hoje de manhã numa reunião ministerial em Bruxelas, os 28 Estados-membros da União Europeia indicaram que "as condições estão reunidas" para passar à segunda fase da operação em alto mar lançada no final de junho.

Até agora a operação, que integra quatro navios e um milhar de homens, foi destinada a vigilância a partir das águas internacionais e pesquisa criminal que envolve embarcações de migrantes para Itália a partir das costas líbias.

As operações de socorro já contribuíram para salvar 1.500 pessoas.

Lusa

  • Controlo de fronteiras e refugiados marcam cimeira europeia
    1:46

    Crise Migratória na Europa

    Os ministros do Interior e da Justiça da União Europeia reúnem-se hoje em Bruxelas para discutir a situação dos refugiados. A reunião ganha ainda mais importância depois da decisão da Alemanha, que ontem suspendeu o acordo de Schengen e reintroduziu o controlo de fronteiras, pelo menos na fronteira com a Áustria. A Hungria também prepara um pacote legislativo para fechar a fronteira com a Servia. O relato é da enviada da SIC Cândida Pinto.

  • Crise dos refugiados é "a ponta do icebergue"
    3:20

    Crise Migratória na Europa

    O Papa afirmou hoje que a crise dos refugiados na Europa é "a ponta do icebergue", criada por "um sistema socioeconómico mau e injusto". Em entrevista à Rádio Renascença, em Roma, Francisco considerou que o problema está no foco da sociedade que deixou de ser a pessoa e passou a ser o dinheiro. "Estes refugiados fogem da guerra, da fome, mas essa é a ponta do icebergue. Por baixo está a causa e a causa é um sistema socioeconómico mau e injusto, porque dentro de um sistema económico, dentro de tudo, dentro do mundo - falando do problema ecológico -, dentro da sociedade socioeconómica, dentro da política, o centro tem de ser sempre a pessoa", disse o Papa, lembrando que 17% da população mundial detém 80% das riquezas. "Temos que tratar as causas, onde há fome temos que criar fontes de trabalho, onde há guerra é preciso trabalhar pela paz. Hoje em dia, o mundo está em guerra contra si mesmo, uma guerra em fol

  • Rússia vence Egito e fica muito perto dos oitavos

    Mundial 2018 / Rússia

    A anfitriã Rússia venceu esta terça-feira o Egito por 3-1, em jogo da 2.ª jornada do grupo A. A seleção russa ficou assim muito perto de garantir o apuramento para os oitavos de final e deixou o Egito quase fora da fase seguinte.

    Em atualização

  • O abraço de Marcelo à mascote do Mundial
    0:12
  • Português que saiu de bicicleta de Alenquer já chegou à Rússia
    2:26
  • Senegal surpreende e vence a Polónia por 2-1

    Mundial 2018 / Polónia

    O Senegal venceu hoje a Polónia por 2-1 num jogo a contar para o grupo H do Mundial da Rússia. Na primeira parte, os "leões de Teranga" beneficiaram de um golo na própria baliza marcado por Thiago Cionek aos 37 minutos. A vantagem no marcador veio trazer estabilidade ao Senegal que conseguiu firmar a superioridade com um golo de M´Baye Niang aos 60 minutos. Perto do final do jogo, o polaco Grzeg Krychowiak marcou na baliza de Khadim N'Diaye, mas foi insuficiente para derrotar o Senegal.

  • Japão ganha nova esperança ao derrotar a Colômbia (2-1)

    Mundial 2018 / Colômbia

    No primeiro jogo do grupo H, a Colômbia foi derrotada pelo Japão. Um dos momentos altos do jogo aconteceu logo ao minuto 4 quando, na sequência de uma falta de Carlos Sanchez, o árbitro assinalou um penálti a favor da equipa japonesa. O colombiano levou um cartão vermelho, depois de ter intercetado um remate do Japão com a mão. Apesar da desvantagem numérica, a Colômbia iguala o marcador aos 39 minutos com um livre de Quintero. Contudo, Yuya Osako colocou o Japão novamente em vantagem aos 73 min.

  • Achilles, o gato que adivinha os resultados do Mundial
    0:44

    Desporto

    Depois do polvo Paul no Mundial de 2010 e do elefante Zella no Europeu de 2016, este ano, o gato Achilles é o adivinho dos jogos do Mundial na Rússia. O felino acertou na vitória da Rússia frente à Arábia Saudita e já fez a aposta para a partida entre os russos e o Egipto, que decorre esta terça-feira, a partir das 19:00.

  • Hospitais públicos à beira da rutura
    2:28
  • Repitam comigo: Portugal vai ser campeão do Mundo
    4:56
  • OMS inclui dependência dos videojogos na lista de doenças mentais

    Mundo

    A Organização Mundial de Saúde (OMS) incluiu a dependência de videojogos na lista de doenças mentais, uma possibilidade que tinha sido prevista no início do ano e que foi anunciada esta segunda-feira. Este pode ser mais um argumento para os pais limitarem o tempo de acesso dos filhos às consolas, computadores e todos os dispositivos com videojogos.

    SIC

  • "Estou a ser posta porta fora (...) faço o que vocês me disserem"
    2:43
  • Morreu o orangotango mais velho do mundo

    Mundo

    O orangotango mais velho do mundo morreu aos 62 anos no jardim zoológico de Perth, no norte da Austrália, deixando 54 descendentes, anunciou esta terça-feira a instituição.

  • Milionários aumentam... e as suas fortunas também

    Mundo

    O número de milionários mundiais cresceu em 2017 e o seu nível de riqueza aumentou pelo sexto ano consecutivo, ultrapassando pela primeira vez os 70 biliões de dólares (60,5 biliões de euros), segundo um estudo divulgado esta terça-feira.