sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Mais de 5.600 refugiados entraram na Croácia nas últimas 24 horas

Mais de 5.600 refugiados entraram na Croácia nas últimas 24 horas, o novo ponto de fuga dos que evitam o bloqueio húngaro. As autoridades croatas consideram avançar com novas medidas face ao aumento do número de migrantes, mas não explicam quais.

Os refugiados têm sido transportados para centros de acolhimento perto de Zagreb. Na Alemanha, o número de entradas no país mais que duplicou ontem, ultrapassando já os 7 mil.

Esta manhã, na fronteira entre a Sérvia e a Hungria, a situação está mais calma que a verificada ontem, depois dos confrontos entre refugiados e polícia húngara. O secretário-geral das Nações Unidas diz estar "chocado" com a violência registada na fronteira.

  • Croácia é o novo destino dos milhares de refugiados a quem a Hungria fechou fronteiras

    Mundo

    Por decisão do governo nacionalista húngaro, ninguém passa a fronteira sem documentos desde segunda-feira à noite. Os refugiados que vêm do sul tentam agora contornar o muro de arame farpado entrando pela Croácia, o mais recente país da União Europeia. Tentam depois seguir pela Eslovénia e pela Áustria até chegarem à Alemanha. O governo croata anunciou já um plano de emergência para receber esta vaga de refugiados.

  • Refugiados tentam entrar na Europa pela Croácia
    2:32

    Crise Migratória na Europa

    É um ambiente explosivo, o que se vive na fronteira da Sérvia com a Hungria. A tensão crescente deu hoje origem a protestos que resultaram numa batalha campal, com a polícia a responder com canhões de água e gás lacrimogéneo. Muitos refugiados tentam agora outras entradas na Europa e uma das opções é pela Croácia, por um território que ainda não foi totalmente desminado, depois da guerra dos balcãs.

  • Negócios do Fogo
    22:00
  • Direção da Raríssimas na Madeira demitiu-se em setembro
    1:58

    País

    Três representantes da Raríssimas na ilha da Madeira demitiram-se, em setembro, de costas voltas para a direção. A delegação da instituição na ilha começou em 2015 e fechou com as três demissões. Em entrevista à SIC, uma das antigas delegadas afirmou que todos os fundos angariados foram para a sede, em Lisboa, ficando depois sem dinheiro para pagas as despesas.

  • Deputado do PSD recusa vice-presidência da Raríssimas
    1:58

    País

    Nas reações políticas ao caso da Raríssimas, o PSD e CDS dizem que é preciso acionar todos os mecanismos legais apropriados para averiguar a situação. O deputado social-democrata, Ricardo Baptista Leite, que tinha sido convidado recentemente para vice-presidente da instituição, diz que já não há condições para tomar posse.

  • Presidente da Câmara de Nova Iorque confirma "atentado terrorista falhado"
    0:29
  • Israel volta a bombardear posições do Hamas em Gaza

    Mundo

    O exército israelita voltou a bombardear esta segunda-feira posições do movimento Hamas na Faixa de Gaza em resposta ao lançamento de projéteis em direção a Israel pelas milícias palestinianas, informou um comunicado militar.

  • A brincadeira de um youtuber que podia ter acabado mal

    Mundo

    Um jovem youtuber inglês enfiou a cabeça num saco de plástico, prendeu-a na parte interna de um microondas e encheu depois o eletrodoméstico com cimento. A brincadeira, que podia ter acabado de forma trágica, deixou o jovem completamente preso e obrigou à intervenção dos serviços de emergência.

    SIC

  • "Popeye" russo pode ter que amputar braços

    Mundo

    Um jovem russo injetou um óleo no corpo para conseguir ter músculos, mais propriamente nos seus braços, que já cresceram cerca de 25 centímetros. Contudo, segundo um médico, o procedimento pode levar à necessidade de amputação, deixando o jovem sem os membros.