sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Migrantes retirados de dois acampamentos nos arredores de Paris

As autoridades francesas deram hoje início à retirada de migrantes de dois acampamentos, ocupados por mais de 500 pessoas nos arredores Paris e para onde foram destacadas forças policiais, constataram jornalistas da AFP nos locais.

© Charles Platiau / Reuters

O acampamento de Austerlitz, no sudeste de Paris, reunia cerca de 400 pesssoas, e o outro, no norte da capital, cerca de 150.

As operações decorriam de forma pacífica no início da manhã.

Segundo as autoridades locais, cada pessoa tem direito a alojamento de um mínimo de um mês em diferentes centros e transporte de autocarro, escreve a AFP.

A justiça deu luz verde na sexta-feira à retirada do acampamento de Austerlitz, que recentemente reunia cerca de 200 tendas.

As atenções estiveram nos últimos dias concentradas nos sírios e iraquianos vindos do sul da Alemanha, como parte do compromisso assumido pelo Presidente francês, François Hollande, de acolher urgentemente mil refugiados para aliviar a Alemanha.

No início de junho foram retirados os ocupantes de outro acampamento instalado sob a estação de metro de La Chapelle, no norte de Paris, que contava com 400 pessoas instaladas em condições muito precárias.


Lusa

  • "O que é isto, mamã?"
    36:23
  • O ensino à distância em Portugal
    4:12

    País

    Em Portugal, o ensino básico e secundário à distância já conta com 300 alunos e com a preciosa ajuda das novas tecnologias. É através do computador que a escola viaja e acompanha os alunos, alguns com doenças que não os permitem ir às aulas, outros que são atletas de alta competição e que têm a maior parte do tempo ocupado por treinos ou ainda os que fazem parte de famílias itenerantes, como é o caso dos que vivem no circo e andam de terra em terra.

  • Aprender a jogar badminton ao ritmo do samba
    2:54

    Mundo

    No Brasil, a correspondente da SIC foi conhecer um projeto social no Rio de Janeiro que mistura samba e desporto. Um desporto que ainda é pouco praticado mas que tem sido fundamental para transformar a vida de jovens das favelas e para descobrir novos talentos do badminton brasileiro.

    Correspondente SIC