sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Camané, Dead Combo e Sérgio Godinho em concerto solidário pelos refugiados em Lisboa

Sérgio Godinho, Jorge Palma, Camané e Dead Combo são alguns dos artistas que participarão no dia 28 num concerto no Teatro Municipal São Luiz, em Lisboa, de angariação de fundos para apoiar acolhimento de refugiados em Portugal.

O fadista Camané será um dos convidados da mostra.

O fadista Camané será um dos convidados da mostra.

Aquele teatro municipal anunciou hoje que este concerto solidário contará ainda com atuações das cantoras Sara Tavares, Cristina Branco, Márcia e Rita Redshoes e dos músicos Carlos Mendes, Samuel Úria e Carlão.

As receitas de bilheteira do espectáculo "Lisboa acolhe" reverterão na totalidade a favor das associações envolvidas na operação de acolhimento de refugiados em Portugal.

Além deste concerto, em Lisboa também a Companhia Chapitô e o Teatro da Trindade tinham já anunciado que vão apresentar o espetáculo solidário "Édipo" no dia 24, com a receita a ser entregue às instituições que prestarem apoio aos refugiados.

A Plataforma de Apoio aos Refugiados anunciou na semana passada que até ao final deste mês terá um levantamento das instituições disponíveis para acolher migrantes e que também se comprometam a apoiar o acesso a saúde, educação e trabalho.

Portugal vai receber pelo menos 3.074 refugiados, no âmbito da recolocação de mais 120.000 pessoas por todos os Estados-membros anunciada na semana passada pelo presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker.

Segundo os números divulgados, Portugal vai acolher 400 refugiados que se encontram atualmente em Itália, mais 1.291 que estão na Grécia e 1.383 que chegaram à Hungria.

Dezenas de municípios portugueses manifestaram já vontade de receberem refugiados, maioritariamente originários da Síria, em coordenação com entidades locais e nacionais, como o Conselho Português para os Refugiados e a Cruz Vermelha.

Lusa

  • Governo lança linha de crédito de 100 M€ para empresas situadas no interior

    País

    As políticas de valorização do interior, tema escolhido pelo primeiro-ministro, António Costa, abriram o debate quinzenal na Assembleia da República. O primeiro-ministro anunciou que o Governo vai lançar uma linha de crédito de 100 milhões de euros destinada exclusivamente a pequenas e microempresas empresas situadas no interior, a par da reprogramação do Portugal 20/20.

    Direto

  • Cachalote-pigmeu morreu pouco tempo depois de dar à costa em Lisboa
    1:13
  • PSD compara SNS a um "cenário de guerra", Centeno desdramatiza
    2:44

    Economia

    O ministro das Finanças esteve esta amanhã no Parlamento e voltou a não comprometer-se com aumentos salariais na função pública no próximo ano. Deu mesmo a entender que a medida não é prioritária. A discussão passou também pelo Serviço Nacional de Saúde. Centeno desdramatizou as carências mas o PSD comparou o que s passa a um cenário de guerra.