sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Eslovénia suspende ligação ferroviária com a Croácia pelo menos até hoje à noite

A Eslovénia anunciou ter suspendido, pelo menos até hoje à noite, o tráfego ferroviário com a Croácia, sublinhando que não pretende facilitar a entrada no seu território de migrantes que já começam a chegar à sua fronteira.

© Antonio Bronic / Reuters


Numa declaração para a televisão na noite de quinta-feira, o primeiro-ministro Miro Cerar declarou que a Eslovénia só deixará entrar "os que corresponderem aos critérios da União Europeia".

O país determinou que, pelo menos até hoje à noite, vai parar todas as suas ligações ferroviárias com a vizinha Croácia, onde 13.000 migrantes chegaram desde quarta-feira à procura de uma nova via de acesso para o oeste da Europa, depois do encerramento da fronteira húngara na terça-feira.

Um primeiro grupo de 150 migrantes, que chegou de comboio durante a noite a partir de Zagreb, foi intercetado numa cidade de fronteira eslovena de Dobova.

Depois de tentar reenviá-los para a Croácia, as autoridades eslovenas transportaram-nos para um centro de acolhimento, "enquanto se aguarda um acordo para proceder ao retorno (dos migrantes) para a Croácia".

A Eslovénia reforçou a presença policial na sua fronteira, nomeadamente em Obrezje, a principal rota em autoestradas entre os dois países, em que pequenos grupos de migrantes chegaram pela manhã, relatou um jornalista da agência de notícias AFP.

Alguns quilómetros mais ao norte, dezenas de polícias eslovenos vigiam a pequena passagem fronteiriça de Dobova, segundo uma fonte.

Na localidade croata de Harmica, dezenas de migrantes estão reunidos com a esperança de encontrar um meio de atravessar a fronteira e entrar na Eslovénia.

Lusa

  • "Fiz coisas de que me envergonho"
    2:31

    Grande Reportagem SIC

    Carlos Queiroz, ex-selecionador de Portugal, dá-nos uma entrevista forte e transparente. Entrevistámo-lo no Dubai, um lugar que a investigação da SIC coloca no centro do mapa do escândalo do GES/BES. Aqui antecipamos a Grande Reportagem da próxima semana.

    Exclusivo online