sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Holanda detém dois sírios por tráfico de migrantes para a Europa

A polícia da Holanda deteve dois cidadãos sírios por organizarem uma rede de tráfico de pessoas que introduziu centenas de migrantes na Europa, anunciou hoje o Ministério Público holandês.

Refugiados tentam chegar por mar à Grécia.

Refugiados tentam chegar por mar à Grécia.

© Alkis Konstantinidis / Reuter

Os dois homens, detidos na cidade de Eindhoven (sul) depois de uma investigação de um ano, levaram refugiados da Turquia pelo Mediterrâneo para a Europa, transportando-os depois para a Holanda, Alemanha, Dinamarca e Suécia.

Pela perigosa travessia marítima, os traficantes cobravam 7.000 euros a cada migrante e, depois de chegarem à Grécia ou a Itália, pediam-lhes mais 700 euros para os levarem de automóvel ou miniautocarro para países do norte da Europa.

À medida que o fluxo de refugiados aumentou, nos últimos meses, o preço pedido pelos traficantes subiu para 1.500 euros, segundo o Ministério Público.

O principal suspeito, de 35 anos, a residir com um primo em Eindhoven, tinha uma lista de contactos com milhares de nomes e organizava o transporte, por mar e por estrada, dos refugiados.

O outro suspeito, de 26 anos, era sobrinho do primeiro e estava encarregado de recrutar migrantes na Hungria e na Áustria.

A investigação permitiu identificar casas temporárias em Milão, Atenas, Viena e Budapeste, onde os migrantes aguardavam transporte para os países de destino.

Os dois suspeitos foram detidos na sexta-feira. Um terceiro homem, de 27 anos, com quem o principal suspeito contactava frequentemente, foi detido no princípio do mês em Budapeste.

Lusa

  • Quando se pode circular pela esquerda? A GNR explica (e fiscaliza)
    5:46

    Edição da Manhã

    A regra aplica-se a autoestradas e outras vias com esse perfil mas dentro das localidades há exceções. A Guarda Nacional Republicana está a promover em todo o território nacional várias ações de sensibilização e fiscalização no sentido de prevenir e reprimir a circulação de veículos pela via do meio ou da esquerda quando não exista tráfego nas vias da direita. O major Paulo Gomes, da GNR, esteve na Edição da Manhã. 

  • O pedido de desculpas de Dijsselbloem
    2:12

    Mundo

    O Governo português continua a mostrar a indignação que diz sentir perante as declarações do presidente do Eurogrupo. O ministro dos Negócios Estrangeiros português garante que com Dijsselbloem "não há conversa possível". Jeroen Dijsselbloem começou por recusar pedir desculpa mas depois cedeu perante a onda de indignação.

  • A primeira vez do Sr. Árbitro
    12:41