sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Quase 474 mil pessoas atravessaram Mediterrâneo este ano, revela ONG

Pelo menos 473.887 pessoas atravessaram, este ano, o mar Mediterrâneo para chegar à Europa, das quais perto de 40% eram oriundos da Síria, informou hoje a Organização Internacional das Migrações (OIM).

© Alkis Konstantinidis / Reuter


O número de chegadas duplicou as registadas em todo o ano passado.

Da Síria chegaram 182 mil pessoas, quando em 2014 os sírios registados na Europa representaram menos de 30% das entradas totais.

De todas as pessoas que chegaram à Europa, 349.109 entraram pela Grécia, 121.859 pela Itália e 2.819 pelas costas espanholas.

Dos migrantes que entraram pela Grécia, a grande maioria (175.375) era oriundo da Síria, 50.117 do Afeganistão, 11.289 do Paquistão e 9.059 do Iraque.

Em relação à Itália, a maioria era da Eritreia (30.708), Nigéria (15.113), Somália (8.790), Sudão (7.126) e Síria (6.710).

De acordo com os dados da OIM, pelo menos 2.812 pessoas morreram nesta travessia. A OIM advertiu que este número não reflete a realidade.

O Alto Comissariado da ONU para os Refugiados (ACNUR) indicou que o número de mortos é superior a 2.900.

Joel Millman, porta-voz da OIM, explicou que a diferença dos números se deve, provavelmente, ao facto de esta organização contabilizar apenas as mortes ocorridas no mar, não incluindo as pessoas mortas no continente, após a travessia do Mediterrâneo.

Millman afirmou que o mês de setembro regista, até agora, um elevado número de mortes, com uma média de oito mortes por dia, de pessoas que tentam atravessar o Mediterrâneo.

Lusa

  • As confissões de Sérgio Conceição: do futuro no FC Porto à zanga com Rui Vitória 
    43:14
  • Marcelo descobre que vê mal "ao longe à esquerda"
    2:05

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa recebeu uma declaração dos médicos contra a despenalização da eutanásia. A audiência ao atual bastonário e cinco antecessores acontece a uma semana do tema ir a debate no Parlamento, e no dia em que o Presidente da República foi a estrela do Dia da Segurança Infantil. Marcelo aproveitou para fazer um rastreio à visão e concluiu que tem que estar "atento", à esquerda, ao longe".

  • PS "vai ficar em banho-maria durante anos" por causa de Sócrates
    0:59

    País

    Miguel Sousa Tavares considera que o PS vai ficar em "banho-maria" durante anos por causa de José Sócrates. Em entrevista na SIC Notícias, o comentador criticou os dirigentes socialistas pela forma como se tentaram demarcar do ex-primeiro-ministro e disse que António Costa devia ter tomado uma atitude mais concreta.

  • Sabia que pode emprestar dinheiro a empresas e ganhar 7% em juros por ano?
    8:05
  • É desta que provam a existência do monstro de Loch Ness?

    Mundo

    Para muitos, o monstro de Loch Ness não passa de uma lenda. A verdade é que a existência ou não desta criatura mística continua a suscitar debates entre aqueles que acreditam e os cépticos. Uma equipa internacional de investigadores quer responder finalmente à questão através da recolha de ADN ambiental do Loch Ness, na Escócia.

    SIC