sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Suíça dispõe-se a acolher 1.500 dos 40.000 refugiados aceites na UE

A Suíça disponibilizou-se hoje para receber nos próximos dois anos 1.500 dos 40.000 refugiados que a União Europeia decidiu em junho repartir pelos países membros.

© Arnd Wiegmann / Reuters

A Suíça não é membro da UE, mas integra o espaço europeu de livre circulação Schengen.

Segundo um comunicado do governo suíço, os 1.500 refugiados a acolher devem estar já "registados e identificados" na Grécia e Itália, principais países de entrada de migrantes na Europa.

O governo suíço justifica esta condição com o "cumprimento dos compromissos de Dublin", referindo-se às regras de acolhimento que definem que cabe ao primeiro país da UE a que chega um candidato a asilo a responsabilidade de avaliar o pedido de asilo.

A UE decidiu em junho acolher 40.000 refugiados, embora tenha rejeitado que a repartição fosse por um sistema de quotas obrigatórias.

O agravamento da crise migratória, com o número de pessoas que atravessar o Mediterrâneo desde janeiro a aproximar-se do meio milhão, levou a Comissão Europeia a propor o acolhimento de 120.000 refugiados, proposta que ainda não foi aceite pelos países membros.

Esses 1.500 refugiados que a Suíça se disponibilizou a receber serão contudo deduzidos ao contingente de 3.000 pessoas que Berna tinha decidido em março acolher, precisa o comunicado.

O Conselho Federal (governo) aprovou por outro lado desbloquear uma verba de emergência de 50 milhões de francos suíços (46 milhões de euros) para financiar operações humanitárias das organizações internacionais na Síria e nos países vizinhos.

Além dessa verba, Berna decidiu aumentar 20 milhões o orçamento humanitário de 2016.

"Esta ação é modesta, mas se todos fizessem o mesmo, podia alcançar-se uma soma importante. Lançamos um apelo à comunidade internacional para que não espere pelos orçamentos de 2016 e faça um esforço suplementar antes do fim do ano", disse em conferência de imprensa o ministro dos Negócios Estrangeiros, Didier Burkhalter.

O ministro frisou que organizações humanitárias internacionais têm falta de recursos e que nomeadamente o Programa Alimentar Mundial foi obrigado a reduzir para metade as rações alimentares por falta de verbas.

Lusa

  • Pablo Bravo: o chileno suspeito de um assalto milionário em Gaia
    6:01

    País

    As autoridades receiam um aumento da violência nos assaltos de redes sul-americanas em Portugal, à semelhança do que tem acontecido noutros países europeus. Pablo Bravo é um chileno com um longo cadastro criminal que, em Portugal, é suspeito de um assalto milionário a um hipermercado, em Gaia e, dias depois, foi detido em flagrante, em Paris, a tentar roubar uma loja de relógios de luxo.

    Notícia SIC

  • Obras para as novas instalações da SIC já começaram
    1:54

    País

    As obras do novo estúdio da SIC e SIC Notícias vão começar. A ampliação do edifício do grupo Impresa vai unir os funcionários do grupo num único espaço, com uma área de 750 metros. O Presidente da Câmara de Oeiras entregou esta terça-feira a licença de obra.

  • Cada vez mais pessoas viajam no Carnaval e Páscoa
    3:08

    Economia

    A procura de viagens na altura do Carnaval e Páscoa tem vindo a aumentar e vários destinos já estão esgotados já que muitas pessoas optam por tirar dias de férias nesta altura do ano. Em contagem decrescente, as agências de viagens não têm tido mãos a medir com promoções e ofertas para destinos variados e adequados a várias bolsas.

  • Jovem indiano acorda a caminho do próprio funeral

    Mundo

    Um jovem indiano chocou os seus pais e amigos, depois de acordar no caminho para o seu próprio funeral. No mês antes, Kumar Marewad foi levado para o hospital após ser mordido por um cão de rua, ficando em estado grave.

  • Carro "desgovernado" entra em loja e atropela cliente

    Mundo

    O cliente de um mini-mercado no condado de Bronx, em Nova Iorque, sobreviveu de forma incrível ao impacto de um automóvel que entrou loja adentro. Apesar da violência das imagens, o homem sobreviveu e conseguiu mesmo sair da loja pelo próprio pé até ser transportado para o hospital.

  • Bilhete de desculpas valeu uma bolsa de estudo

    Mundo

    Um jovem chinês ganhou uma bolsa de estudos no valor de 10 mil yuan (cerca de 1.380 euros), depois de danificar acidentalmente um carro de luxo. Isto, porque após os estragos, o jovem deixou um bilhete de desculpas ao dono, assim como todo o dinheiro que tinha com ele, como compensação.

  • Pulseira deixa sentir os movimentos do bebé ainda na barriga da mãe

    Mundo

    A pulseira Fibo permite que os futuros pais (ou mães) consigam sentir os seus filhos a dar pontapés ainda na barriga da mãe. Desenvolvida por um designer de joias da Dinamarca, a pulseira vai transmitir os movimentos do bebé no útero, de modo a que os pais possam partilhar essa experiência da gravidez.