sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Mais treze pessoas morreram hoje no mar a tentar chegar à Grécia

Pelo menos 13 pessoas, entre as quais seis crianças, morreram hoje ao largo da costa turca na sequência de uma colisão entre um ferryboat e o bote em que se seguiam em direção à Grécia.

© Yannis Behrakis / Reuters

Segundo a agência noticiosa AFP, a embarcação transportava 46 pessoas e o acidente aconteceu ao largo de Canakkale, no noroeste da Turquia, quando se dirigia para a ilha grega de Lesbos, referiu a agência de notícias Dogan.

As autoridades conseguiram salvar 22 pessoas e a guarda costeira prossegue as buscas por mais sobreviventes.

"Era noite cerrada. Vimos o barco a aproximar-se de nós. Tentámos fazer sinal com lanternas e telemóveis, mas eles não nos viram", contou um dos resgatados à agência de notícias grega ANA.

Atirados à água, os passageiros do bote tentaram manter-se à tona, apesar das grandes ondas que rebentavam por cima deles.

"Perdemos as crianças. Não as conseguíamos ver na noite escura", disse o mesmo refugiado resgatado.

Oito crianças com menos de 12 anos estão entre os desaparecidos deste grupo, que pagou mil euros por pessoa para fazer a travessia até território grego a um traficante turco, adiantou a agência grega.

As ilhas gregas próximas da Turquia são uma via importante de entrada na Europa para os refugiados que arriscam a travessia, maioritariamente sírios.

Cerca de 310 mil migrantes já chegaram a países da União Europeia via Grécia desde o início do ano.

Cerca de 2.800 morreram em naufrágios de embarcações sobrelotadas.

Lusa

  • Famílias das vítimas de Pedrógão criam associação para apurar responsabilidades
    2:13
  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.

  • 700 milhões para armamento e equipamento militar
    1:16

    País

    Portugal vai investir nos próximos anos 700 milhões de euros em armas e equipamento militar. Segundo a imprensa de hoje, o objetivo é colocar algumas áreas das Forças Armadas a um nível similar ao dos outros aliados da NATO. É o maior volume de programas de aquisição dos últimos anos e parte das verbas vão beneficiar a indústria portuguesa que fabrica aviões, navios-patrulha, rádios e sistemas de comando e controlo.

  • Princesa Diana morreu há 20 anos. Filhos falam pela 1ª vez da intimidade
    1:15