sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Cavaco Silva destaca importância de soluções nos países de origem dos migrantes

O Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, sublinhou hoje a importância de serem encontradas soluções para o médio e longo prazos nos países de origem dos migrantes, ao intervir no encontro do Grupo de Arraiolos, a decorrer na Alemanha.

SEBASTIAN KAHNERT

Segundo fonte diplomática que assistiu à intervenção feita à porta fechada, no Castelo de Wartburg, em Eisenach, o chefe de Estado português começou por notar os grandes problemas que a União Europeia (UE) tem de tratar a curto prazo, numa referência aos milhares de migrantes que têm tentado chegar ao velho continente.

Cavaco Silva acrescentou a necessidade de serem encontradas soluções para o médio e longo prazos, designadamente no plano dos países de origem dos migrantes.

Esta posição, segundo a mesma fonte diplomática, terá sido apoiada por outros chefes de Estado, que durante dois dias se reúnem informalmente na Turíngia.

O Presidente da República destacou, também, a importância da próxima cimeira da União Europeia, em novembro, em Malta, dedicada ao tema dos migrantes.

O primeiro dia deste encontro informal de chefes de Estado foi ainda marcado pelo tema da coesão europeia, com Cavaco Silva, na sua intervenção a lembrar que os apoios financeiros europeus no âmbito do Quadro de Referência Estratégica Nacional (QREN) de 2007-2013 ajudaram Portugal a reduzir os impactos negativos da crise económica e financeira.

A agenda dos trabalhos começou com uma palestra sobre a reforma religiosa.

Ao contrário do previsto, o Presidente da Hungria não compareceu na reunião, na qual Malta participa pela primeira vez, com estatuto de observador, como a Bulgária e a Estónia.

Na terça-feira-feira, os trabalhos terminam em Erfurt.

o grupo de Arraiolos junta informalmente, com periodicidade anual, os chefes de Estado de Portugal, Alemanha, Áustria, Eslovênia, Finlândia, Hungria, Itália, Letónia e Polónia, sendo fundamentalmente dirigentes sem poderes executivos.

O grupo reuniu-se pela primeira vez na vila alentejana de Arraiolos, em 2003, por iniciativa do então Presidente português, Jorge Sampaio, para discutir o futuro da União Europeia.

Lusa

  • Catalunha vs Espanha
    29:35

    Grande Reportagem SIC

    2017 ficará como o ano da Catalunha e de como a região espanhola foi falada em todo o mundo, por causa do grito de independência que não aconteceu. O jornalista Henrique Cymerman esteve na Catalunha e foi um dos únicos repórteres do mundo que conseguiu chegar ao esconderijo do presidente demissionário do Governo catalão, Carles Puigdemont, em Bruxelas.

  • Tiroteio em Espanha causa três mortos

    Mundo

    Um tiroteio na cidade espanhola de Teruel, na região de Aragão, fez esta quinta-feira três mortos, entre os quais dois elementos da Guardia Civil. O atirador está em fuga.

  • As IPSS são estruturantes no país. Fazem o que Estado não faz porque não pode, não quer, ou não chega a tudo. Chama-se sociedade civil a funcionar. E o Estado subsidia, ajuda, (com)participa, apoia. Nada contra. A questão é quando as IPSS e outras instituições, fundações, associações, federações e quejandas se tornam verdadeiras "indústrias".

    Pedro Cruz

  • Os Simpsons já sabiam em 1998 que a Fox iria pertencer à Disney

    Cultura

    Os Simpsons acertaram outra vez. Algo que tem acontecido regularmente nos últimos tempos, com a eleição de Donald Trump, o aparecimento do vírus Ébola ou o escândalo dos Panama Papers. Desta vez, a previsão remonta a 1998, quando a série previu que a 20th Century Fox iria pertencer à Disney.

    SIC