sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Hungria prepara construção de novas vedações para afastar refugiados

O Governo da Hungria continua a apostar na construção de mais vedações fronteiriças numa tentativa de travar o fluxo de refugiados que chegam à Europa, através de um despacho governamental.

Reuters

Um decreto publicado na segunda-feira à noite no boletim oficial do país e assinado pelo primeiro-ministro, Viktor Orban, ordena aos ministros do Interior e da Defesa que preparem novas cercas, apesar de não especificar o local.

A imprensa especula que podem ser erguidas na província de Zala, que faz fronteira com a Croácia, por onde estão a entrar milhares de refugiados por dia, desde a semana passada.

O decreto ordena às províncias onde se declarou "estado de emergência por imigração em massa", seis no total, a preparação do "encerramento temporário da fronteira".

As autoridades húngaras declararam "estado de emergência" nas províncias de Csongrad, Bacs-Kiskun, Baranya, Vas, Somogy e Zala, todas junto às fronteiras com a Croácia ou com a Sérvia.

A Hungria construiu uma vedação de metro e meio e está a terminar outra, de quatro metros de altura, ao longo da fronteira com a Sérvia, e quer fazer o mesmo com a Croácia.

Depois de fechada a fronteira com a Sérvia, no passado dia 15, os imigrantes têm optado por seguir para a Áustria, pela Croácia e pela Eslovénia.

Nos últimos dias, cerca de 20.000 refugiados chegaram à Hungria a partir da Croácia, transportados até à fronteira pelas autoridades croatas, que depois, já em território húngaro, são levados pelas autoridades magiares para a Áustria em comboios e autocarros.

Segundo a polícia húngara, na segunda-feira foram intercetados 5.530 refugiados que entraram no país de forma ilegal.

O parlamento húngaro aprovou também, na segunda-feira, uma lei, que hoje entra em vigor, que autoriza a mobilização do exército em defesa das fronteiras, para apoiar a polícia.

  • Videoamador mostra grupo a atar tocha a um touro
    1:33
  • PJ investiga forma como o FC Porto obteve os e-mails
    1:58

    Desporto

    Enquanto o campeonato português de futebol está de férias do relvado, nos bastidores continua uma guerra aberta por causa dos e-mails. O FC Porto entregou à Polícia Judiciária toda a documentação disponível do chamado caso dos e-mails, que envolve o Benfica num alegado esquema de corrupção. O pedido foi feito pela Unidade Nacional de Combate à Corrupção da PJ. A forma como o FC Porto obteve os e-mails também está a ser investigada pela Polícia Judiciária.

  • Manifestantes bloquearam Caracas

    Mundo

    Milhares de pessoas bloquearam esta sexta-feira as ruas de Caracas e de outras cidades, em protesto contra a repressão e o assassinato de manifestantes pelas forças de segurança.