sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Portugal vai receber até 4.500 refugiados

Portugal vai acolher "até 4.500" refugiados que estão em Itália e na Grécia, confirmou hoje o Ministério da Administração Interna (MAI) dando conta dos resultados da reunião de hoje, em Bruxelas, do Conselho de Justiça e Assuntos Internos Extraordinário.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Marko Djurica / Reuters

"Foi hoje aprovada, em Bruxelas, no Conselho de Justiça e Assuntos Internos (JAI) Extraordinário, uma decisão do Conselho que estabelece medidas adicionais no domínio da proteção internacional a favor de Itália e da Grécia. Portugal, que votou favoravelmente a proposta de Decisão, acolherá, ao longo dos próximos dois anos, até 4.500 beneficiários de proteção internacional", lê-se no comunicado do gabinete de imprensa do MAI.

O Ministério dirigido por Anabela Rodrigues recordou que o Conselho de hoje "aprovou a proposta de recolocação de emergência para mais 120 mil pessoas requerentes de asilo, a que acrescem os 40 mil abrangidos pela Decisão adotada no Conselho JAI Extraordinário do passado dia 14 de setembro".

Estas pessoas encontram-se na Grécia e Itália, especificou-se.

No texto do MAI, lembrou-se também que, "conforme tinha já referido no Conselho Extraordinário do passado dia 14, Portugal manifestou abertura para, em linha com a proposta da Comissão Europeia, acolher até 4.500 requerentes de proteção internacional".

Em Bruxelas, a ministra considerou hoje que a Europa encontrou uma "resposta que reflete um acordo equilibrado", em relação à recolocação de 120 mil refugiados, e informou que se mantém os números de pessoas que irão para Portugal.

Quando questionada sobre o número de refugiados que Portugal receberá à luz da decisão de hoje, a ministra referiu não haver "praticamente alteração em relação aquilo que tinha sido discutido no último conselho (de ministros)", pelo que o país receberá cerca de três mil pessoas em relação aos 120 mil refugiados e no total "cerca de 4.500/5.000".

Lusa

  • A Catalunha "está farta da prepotência e dos abusos do governo"
    0:30
  • "Não há um verdadeiro debate democrático em Espanha"
    2:24
    Quadratura do Círculo

    Quadratura do Círculo

    QUINTA-FEIRA 23:00

    No Quadratura do Círculo desta quinta-feira, José Pacheco Pereira disse que este braço de ferro em território espanhol reforça a linha autoritária que existe em Espanha. Jorge Coelho considera que é urgente recorrer à diplomacia para definir um caminho a médio ou a longo prazo. Já o gestor Manuel Queiró afirma que Portugal não deve encarar este referendo com condescendência. 

  • Uber perde licença para operar em Londres

    Economia

    O regulador de transporte de Londres decidiu hoje que vai retirar à Uber a licença para operar na capital britânica. A proibição entra em vigor no final deste mês e vai afetar 40 mil motoristas da empresa multinacional norte-americana.

  • A corrida ao iPhone 8 no Japão, China e Austrália
    2:04
  • Óculos inteligentes permitem controlar telemóvel com o nariz
    1:05
  • Família Portugal Ramos
    15:01