sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Concerto solidário de apoio aos refugiados dia 25 de outubro na Casa da Música

A Casa da Música anunciou hoje que vai realizar um concerto solidário para apoiar os refugiados do Médio Oriente e do Norte de África, no dia 25 de outubro, cuja receita integral vai ser entregue à Comissão Portuguesa para os Refugiados (CPR).

ASSOCIATED PRESS

De acordo com um comunicado desta casa de espetáculos, a Fundação da Casa da Música decidiu associar-se à CPR para ajudar os refugiados que fogem "da guerra e de perseguições religiosas e políticas".

O "concerto especial", que conta com um programa "particularmente belo" de poesia cantada, ocorre na Sala Suggia, pelas 18:00 do domingo, dia 25 de outubro e o bilhete tem um custo de dez euros.

Este evento conta com a atuação do Coro da Casa da Música, que vai interpretar peças dos artistas Claude Debussy, Paul Hindemith, Elliot Carter, Bernd Franke e Maurice Ravel.

O compositor Bernd Franke, "autor de uma das mais expressivas linguagens musicais da atualidade" é a figura central deste programa.

"A música coral de Debussy, Carter e Ravel completa este programa de inegável beleza, de onde sobressai ecos surpreendentes da grande tradição coral do renascimento e do período de ouro da polifonia", acrescenta a nota informativa.

Lusa

  • Espanha e Portugal a um ponto dos oitavos

    Mundial 2018 / Irão

    A Espanha colocou-se esta quarta-feira a um ponto dos oitavos de final do Mundial 2018 e deixou Portugal em situação idêntica, ao vencer o Irão por 1-0, em jogo do grupo B, disputado em Kazan.

  • Os momentos que marcaram o 7.º dia de Mundial
    1:08
  • "Ronaldos nascem na Rússia como cogumelos"
    1:49
  • Os momentos descontraídos dos jogadores
    1:54
  • Ronaldo no País dos Sovietes: O humor russo
    1:32
  • Schulz responde a Trump: "é um especialista em estatísticas criminais"

    Mundo

    "Donald Trump é um especialista em estatísticas criminais: pagamentos a estrelas porno, contactos ilegais com russos e diretores de campanha presos". Foi assim que o deputado alemão Martin Schulz respondeu ao Presidente norte-americano, depois de este ter afirmado várias vezes que a criminalidade na Alemanha aumentou devido à imigração.

    SIC

  • "Vou pedir a alguém que dê esta notícia por mim". Jornalista emociona-se com o caso dos bebés mexicanos separados das famílias
    0:49