sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Concerto solidário de apoio aos refugiados dia 25 de outubro na Casa da Música

A Casa da Música anunciou hoje que vai realizar um concerto solidário para apoiar os refugiados do Médio Oriente e do Norte de África, no dia 25 de outubro, cuja receita integral vai ser entregue à Comissão Portuguesa para os Refugiados (CPR).

ASSOCIATED PRESS

De acordo com um comunicado desta casa de espetáculos, a Fundação da Casa da Música decidiu associar-se à CPR para ajudar os refugiados que fogem "da guerra e de perseguições religiosas e políticas".

O "concerto especial", que conta com um programa "particularmente belo" de poesia cantada, ocorre na Sala Suggia, pelas 18:00 do domingo, dia 25 de outubro e o bilhete tem um custo de dez euros.

Este evento conta com a atuação do Coro da Casa da Música, que vai interpretar peças dos artistas Claude Debussy, Paul Hindemith, Elliot Carter, Bernd Franke e Maurice Ravel.

O compositor Bernd Franke, "autor de uma das mais expressivas linguagens musicais da atualidade" é a figura central deste programa.

"A música coral de Debussy, Carter e Ravel completa este programa de inegável beleza, de onde sobressai ecos surpreendentes da grande tradição coral do renascimento e do período de ouro da polifonia", acrescenta a nota informativa.

Lusa

  • Tiroteio no Mississipi provoca oito mortos
    1:23

    Mundo

    Oito pessoas morreram, incluindo um polícia, depois de um tiroteio no estado norte-americano do Mississipi, nos Estados Unidos da América. O suspeito, um homem de 36 anos, já foi detido, mas as autoridades dizem que ainda é cedo para saber os motivos.

  • Milhares de brasileiros protestam na Praia de Copacabana contra Temer
    3:04
  • Portugal vai voltar a poder levantar a voz em Bruxelas
    1:40
  • Trump adia decisão sobre permanência nos acordos de Paris
    1:48
  • Polícia usa gás lacrimogéneo para dispersar manifestantes contra cimeira do G7
    2:28

    Mundo

    A cimeira do G7 terminou este sábado com confrontos entre manifestantes e a polícia na ilha italiana da Sicília e sem o compromisso de Donald Trump sobre o Acordo de Paris para a redução de emissões de dióxido de carbono. O Presidente dos EUA fez saber na rede social Twitter que vai tomar a decisão final durante a próxima semana.