sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Sete operações de socorro no Mediterrâneo resgatam 500 pessoas

Sete operações de resgate foram lançadas nas últimas 24 horas no Mediterrâneo, das quais quatro já foram concluídas e um total de 500 pessoas resgatadas até ao momento, anunciaram hoje a guarda marítima italiana.

© Umit Bektas / Reuters

"No dia de sábado houve calma, mas depois houve mais movimento. Tivemos a intervenção de um navio dos Médicos Sem Fronteiras (MSF), das suas unidades da guarda marítima, um navio da marinha italiana e um navio que faz parte da força da União Europeia no Mediterrâneo (NAVFOR MED)", indicou um porta-voz.

A operação da União Europeia no Mediterrâneo, lançada em junho, possui quatro navios, entre os quais um porta-aviões italiano, quatro aviões, e 1.318 militares provenientes de 22 países europeus.

A fragata alemã Werra, ajudada pelo navio dos MSF, resgatou no sábado cerca de 140 pessoas, das quais 42 mulheres e duas criança, segundo um repórter fotográfico da agência AFP.

Os imigrantes, essencialmente originários da Nigéria, Gana, Senegal e Serra Leoa, tinham partido da Líbia há três dias, quando foram resgatados a 80 quilómetros ao norte da costa daquele país.

De acordo com a agência EFE, um total de 17 refugiados sírios morreram hoje quando o bote pneumático afundou em águas turcas, no Mar Egeu, informaram as autoridades turcas.

As autoridades marítimas da Turquia ainda conseguiram salvar 20 pessoas e resgatar os corpos dos migrantes que se afogaram.

Lusa

  • O fim do julgamento do caso BPN, seis anos depois
    2:26

    País

    O antigo presidente do BPN José Oliveira Costa tentou adiar o fim do julgamento principal do caso com um recurso para o Tribunal Constitucional. Apesar disso, a leitura do acórdão continua marcada para esta quarta-feira, quase seis anos e meio depois de os 15 arguidos se terem sentado pela primeira vez no banco dos réus.

  • José Oliveira Costa, o rosto do buraco financeiro do BPN
    3:04

    País

    José Oliveira Costa foi o homem forte do BPN durante 10 anos e tornou-se o rosto do gigantesco buraco financeiro. Manteve-se em silêncio durante todo o julgamento, mas falou aos deputados da comissão de inquérito, para negar qualquer envolvimento no escândalo que fez ruir o BPN.

  • Saída do Procedimento por Défice Excessivo marca debate no Parlamento
    1:40
  • Filhos tentam anular casamento de pai de 101 anos

    País

    O casamento de um homem de 101 anos com uma mulher com metade da idade, em Bragança, está a ser contestado judicialmente pelos filhos do idoso, que acusam aquela que era empregada da família de querer ser herdeira.