sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Hungria interceta quase 17 mil refugiados no fim de semana

As autoridades húngaras intercetaram 16.878 refugiados que entraram ilegalmente no país entre sexta-feira e domingo, elevando para mais de 300.000 o número de aspirantes a um pedido de asilo, indicou hoje a polícia húngara.

Reuters

A grande maioria dos refugiados que chegou ao longo do fim de semana entrou pela Croácia, país que está a receber diariamente entre 5.000 a 7.000 pessoas que, na sua grande maioria, fogem dos conflitos na Síria, Iraque e Afeganistão e que pretendem chegar a países como a Áustria ou Alemanha, onde esperam obter asilo.

Após a Hungria ter encerrado a fronteira com a Sérvia, em meados de setembro, os refugiados oriundos do Médio Oriente modificaram a rota de entrada na Europa, via Croácia.

O Governo húngaro, do conservador Viktor Urban, está já a construir um novo muro na fronteira com a Croácia, com o mesmo objetivo, o de pôr cobro à entrada de refugiados no país.

Para os próximos dias aguarda-se que os chefes de Estado e de Governo dos países vizinhos da Hungria se reúnam para analisar a situação.

Nas últimas semanas, as relações diplomáticas entre os Estados da região deterioraram-se, com Budapeste a acusar Zagreb de não registar os refugiados, enquanto as autoridades croatas criticam a Hungria por construir um muro na fronteira comum.

  • 10 Minutos com Eurico Reis
    11:20

    10 Minutos

    Há quatro meses que Portugal é um dos poucos países europeus onde é possível recorrer à gestação de substituição. E há já um casal que teve luz verde para começar os tratamentos. Para um balanço, foi nosso convidado Eurico Reis, juiz desembargador e presidente do Conselho Nacional de Procriação Medicamente Assistida, a entidade que autoriza os processos de gestação de substituição.

    Entrevista completa

  • Parlamento discute utilização de animais no circo
    2:01
  • Seis meses depois da tragédia de Pedrógão Grande
    5:55

    Tragédia em Pedrógão Grande

    Assinalou-se este domingo meio ano desde que o país ficou em choque com o rasto de morte e destruição causado pelos incêndios florestais na região centro. A tragédia de Pedrogão Grande foi há precisamente seis meses. Enquanto segue a reconstrução no tempo possível e com o Natal à porta, a vida prossegue, mas não voltará a ser mesma.

  • A inédita entrevista do príncipe Harry a Barack Obama
    0:47

    Mundo

    Foi divulgado um vídeo pouco habitual em que aparece o príncipe Harry a entrevistar Barack Obama para um programa de rádio. A conversa foi gravada em setembro, durante um evento desportivo para militares com deficiência, e será transmitida na íntegra no dia 27 de dezembro.