sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Frontex pede aos Estados-membros mais 775 guardas fronteiriços

A agência europeia de gestão de fronteiras, Frontex, solicitou aos Estados-membros que destaquem mais 775 guardas fronteiriços para as fronteiras externas da União Europeia, o que representa o pedido de maiores dimensões da história do organismo.

Reuters

Num comunicado hoje divulgado, a Frontex assinala que, "desde o início do ano, mais de 470 mil imigrantes chegaram a Grécia e Itália" e "nenhum país pode gerir sozinho uma tal pressão migratória nas suas fronteiras".

Sublinhando que é "crucial que todos aqueles que chegam à UE sejam devidamente registados e identificados", a agência apela então ao contributo dos Estados-membros e solicita que 670 agentes a serem destacados para Grécia e Itália, entre os quais intérpretes, cuja missão será identificar e registar os refugiados que chegam sobretudo através da Líbia e Turquia, além de 150 agentes a serem destacados para diversas fronteiras externas terrestes da União Europeia.

  • "É preciso despartidarizar o sistema de Proteção Civil", diz Duarte Caldeira
    2:47
  • Homem morreu ao tentar salvar animais das chamas
    2:30
  • Arcebispo de Braga pede responsabilidades pelos incêndios
    1:40

    País

    Braga também sofreu um dos mais violentos incêndios dos últimos anos. O fogo descontrolado atravessou várias freguesias e destruiu duas empresas. A igreja, pela voz do arcebispo de Braga, pede ação e o apuramento de responsabilidades, face a esta calamidade.

  • "Estou a ficar sem água, vai ser um trabalho inglório"
    1:06