sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Alemanha contabiliza 577.307 requerentes de asilo entre janeiro e setembro

A Alemanha registou 577.307 novos pedidos de asilo nos primeiros nove meses deste ano, informou hoje o Ministério do Interior alemão, acrescentando que mais de um terço dos novos requerentes é proveniente da Síria.

Muhammed Muheisen

O ministério esclareceu que este número poderá estar sujeito a alterações, devido a possíveis erros ou omissões. Segundo as autoridades alemãs, alguns migrantes não concluem o processo de requerimento, enquanto outros fornecem informações incorretas.

Mesmo assim, este número representa mais do dobro das 200 mil chegadas que foram contabilizadas em 2014.

Só no último mês de setembro, as autoridades alemãs registaram 163.772 pedidos de asilo, dos quais 85.455 foram de migrantes oriundos da Síria, 19.192 de migrantes iraquianos e 18.387 de afegãos.

A Alemanha - um dos destinos preferenciais da atual vaga de migração -- espera receber este ano entre 800 mil a um milhão de novos pedidos de asilo.

A chanceler alemã, Angela Merkel, defendeu hoje no Parlamento Europeu, em Estrasburgo (França), que a União Europeia (UE) necessita de novas regras para lidar com os pedidos de asilo, pois as atuais estão "obsoletas".

"Sejamos francos, a convenção de Dublin, na sua forma atual, é obsoleta", disse a líder alemã, referindo-se ao atual quadro legal europeu que regulamenta os pedidos de asilo, que estipula que os refugiados devem solicitá-lo no Estado-membro da UE ao qual chegam.

Segundo Merkel, o sistema era "bem intencionado", mas revelou-se insustentável, razão pela qual, defendeu, é necessário "um novo regulamento" que garanta "uma repartição justa e solidária" dos refugiados que solicitam asilo, entre todos os Estados-membros da União.

Lusa

  • O resgate dos passageiros do naufrágio em Cascais
    1:48
  • É importante que "as pessoas não tenham medo" de denunciar o tráfico humano
    0:48

    País

    Manuel Albano, relator nacional para o tráfico de pessoas, concorda com a ideia de que é necessário continuar a investir na inspeção e na fiscalização para travar o tráfico de seres humanos, mas rejeita a denúncia do sindicato dos trabalhadores do SEF, que esta quinta-feira alertou para a "falta de controlo".

  • Trocar a economia pela dança
    7:21
  • Salas de consumo assistido previstas na lei há 17 anos
    3:01
  • O que faz um guaxinim às duas da manhã num quartel de bombeiros?

    Mundo

    Os animais são muitas vezes os protagonistas de histórias incríveis ou até insólitas. Desde o cão mais pequeno ao urso mais assustador. Desta vez, o principal interveniente é um guaxinim, que foi levado até um quartel de bombeiros por uma dona muito preocupada. Porquê? O animal estava sob o efeito de drogas.

    SIC

  • "Por vezes até as princesas da Disney ficam apavoradas"

    Mundo

    A atriz norte-americana Patti Murin foi esta semana elogiada nas redes sociais por se preocupar com a sua saúde mental e não ter problemas em falar sobre o assunto. A artista faltou a um espetáculo da Disney, onde ia atuar, devido a um ataque de ansiedade.

    SIC

  • Presidente do Uganda quer proibir sexo oral

    Mundo

    O Presidente do Uganda emitiu um aviso público durante um conferência de imprensa anunciando que vai banir a prática de sexo oral no país. Yoweri Museveni justifica o ato, explicando que "a boca serve para comer".

    SIC