sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Juncker acredita que crise de refugiados vai prolongar-se "durante anos"

A crise dos refugiados vai prolongar-se "durante anos", considerou esta quinta-feira o presidente da Comissão europeia Jean-Claude Juncker, para reafirmar que não alimenta "qualquer ilusão" sobre esta questão.

"Devemos dizer às pessoas que não é qualquer coisa de passageiro, de provisório, e que devemos viver durante muito tempo com este problema", disse o presidente da Comissão Europeia.

"Devemos dizer às pessoas que não é qualquer coisa de passageiro, de provisório, e que devemos viver durante muito tempo com este problema", disse o presidente da Comissão Europeia.

© Francois Lenoir / Reuters

"Devemos dizer às pessoas que não é qualquer coisa de passageiro, de provisório, e que devemos viver durante muito tempo com este problema", disse ainda.

"Esta crise dos refugiados vai prolongar-se por um certo número de anos. Não tenho qualquer ilusão de que aquilo a que assistimos atualmente venha a pertencer rapidamente ao passado", disse no decurso de uma conferência em Passau, sul da Alemanha, transmitida pela União Europeia (UE).

A Europa está confrontada com o maior afluxo de refugiados desde a Segunda Guerra Mundial, mas Juncker garantiu, ao retomar uma fórmula da chanceler alemã Angela Merkel, que o continente "consegue resolver isto", apesar de notar que, apenas em África, 8,5 milhões de refugiados podem pretender deslocar-se para a Europa.

No entanto, os países da UE permanecem divididos na forma de abordar este novo desafio. A Alemanha optou por permitir a entrada de dezenas de milhares de pessoas em fuga de zonas de conflito, em particular da Síria, enquanto a Hungria optou por construir barreiras e muros ao longo das suas fronteiras para impedir este fluxo proveniente da "rota dos Balcãs".

Numa óbvia referência à atitude de Budapeste, Juncker sustentou "não serem necessários novos muros na Europa e em particular entre Estados-membros da UE".

Ao visitar um centro de acolhimento em Passau, na fronteira com a Áustria, Juncker deslocou-se a um dos principais pontos de entrada de migrantes da Alemanha, em particular sírios em fuga da guerra.

Lusa

  • Hungria é o país que cria mais obstáculos aos refugiados
    6:07

    Mundo

    A Hungria é o país que coloca mais dificuldades aos refugiados. As fronteiras foram fechadas com arame farpado e há penas de prisão para quem entrar de forma ilegal. Um desafio à união da União Europeia e um paradoxo num pais cujo povo já esteve em situação semelhante.Há 50 anos, 200 mil húngaros viram-se obrigados a pedir refúgio fora do país, quando fugiam da opressão do regime pró-soviético. A reportagem é dos enviados da SIC.

  • Grã-Bretanha disponível a ajudar refugiados a chegar ao país
    0:48

    Crise Migratória na Europa

    A ministra do Interior da Grã-Bretanha diz que está disponível para ajudar os refugiados que querem chegar ao país sem que tenham de correr riscos durante a viagem. À margem de uma reunião de ministros do interior, no Luxemburgo, a ministra britânica referiu ainda que a União Europeia deve acelerar o processo de deportação de refugiados que não reúnem condições ou que não respeitam o asilo que lhes é confiado.

  • Pablo Bravo: o chileno suspeito de um assalto milionário em Gaia
    6:01

    País

    As autoridades receiam um aumento da violência nos assaltos de redes sul-americanas em Portugal, à semelhança do que tem acontecido noutros países europeus. Pablo Bravo é um chileno com um longo cadastro criminal que, em Portugal, é suspeito de um assalto milionário a um hipermercado, em Gaia e, dias depois, foi detido em flagrante, em Paris, a tentar roubar uma loja de relógios de luxo.

    Notícia SIC

  • Obras para as novas instalações da SIC já começaram
    1:54

    País

    As obras do novo estúdio da SIC e SIC Notícias vão começar. A ampliação do edifício do grupo Impresa vai unir os funcionários do grupo num único espaço, com uma área de 750 metros. O Presidente da Câmara de Oeiras entregou esta terça-feira a licença de obra.

  • Cada vez mais pessoas viajam no Carnaval e Páscoa
    3:08

    Economia

    A procura de viagens na altura do Carnaval e Páscoa tem vindo a aumentar e vários destinos já estão esgotados já que muitas pessoas optam por tirar dias de férias nesta altura do ano. Em contagem decrescente, as agências de viagens não têm tido mãos a medir com promoções e ofertas para destinos variados e adequados a várias bolsas.

  • Jovem indiano acorda a caminho do próprio funeral

    Mundo

    Um jovem indiano chocou os seus pais e amigos, depois de acordar no caminho para o seu próprio funeral. No mês antes, Kumar Marewad foi levado para o hospital após ser mordido por um cão de rua, ficando em estado grave.

  • Carro "desgovernado" entra em loja e atropela cliente

    Mundo

    O cliente de um mini-mercado no condado de Bronx, em Nova Iorque, sobreviveu de forma incrível ao impacto de um automóvel que entrou loja adentro. Apesar da violência das imagens, o homem sobreviveu e conseguiu mesmo sair da loja pelo próprio pé até ser transportado para o hospital.

  • Bilhete de desculpas valeu uma bolsa de estudo

    Mundo

    Um jovem chinês ganhou uma bolsa de estudos no valor de 10 mil yuan (cerca de 1.380 euros), depois de danificar acidentalmente um carro de luxo. Isto, porque após os estragos, o jovem deixou um bilhete de desculpas ao dono, assim como todo o dinheiro que tinha com ele, como compensação.

  • Pulseira deixa sentir os movimentos do bebé ainda na barriga da mãe

    Mundo

    A pulseira Fibo permite que os futuros pais (ou mães) consigam sentir os seus filhos a dar pontapés ainda na barriga da mãe. Desenvolvida por um designer de joias da Dinamarca, a pulseira vai transmitir os movimentos do bebé no útero, de modo a que os pais possam partilhar essa experiência da gravidez.