sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Especialista defende que Portugal pode receber cinco vezes mais refugiados

O especialista em estudos demográficos da Universidade de Aveiro (UA), Carlos Jorge Silva, defendeu esta sexta-feira que Portugal poderia receber cinco vezes mais do que os 4500 refugiados previstos, para ajudar a contornar a crise de natalidade.

No passado mês de setembro, o Ministério da Administração Interna revelou que o país deverá acolher cerca de 4.500 refugiados, no âmbito do mecanismo de recolocação de pessoas pelo espaço comunitário.

No passado mês de setembro, o Ministério da Administração Interna revelou que o país deverá acolher cerca de 4.500 refugiados, no âmbito do mecanismo de recolocação de pessoas pelo espaço comunitário.

© Dimitris Michalakis / Reuters

No passado mês de setembro, o Ministério da Administração Interna revelou que o país deverá acolher cerca de 4.500 refugiados, no âmbito do mecanismo de recolocação de pessoas pelo espaço comunitário.

Tendo em conta os números de nascimentos e óbitos de 2014, que representaram uma perda líquida, à escala do país, de 22.549 habitantes, "a entrada de 4.500 refugiados alivia esta quebra em quase 20%", refere uma nota da UA.

Para cobrir o défice demográfico natural, Carlos Jorge Silva diz que seria necessário o quíntuplo do número de refugiados avançado.

"Se pensarmos que 4.500 pessoas representam apenas 0,04% da população portuguesa atual, estamos a falar de uma gota de água no oceano", refere o investigador e coautor do livro "A Demografia e o País: Previsões Cristalinas sem Bola de Cristal", que foi lançado em setembro.

O investigador do Departamento de Ciências Sociais, Políticas e do Território da UA realça ainda que a entrada dos refugiados pode beneficiar a faixa do interior do país de Trás-os-Montes ao Alentejo, onde há regiões que estão entre as dez mais envelhecidas da Europa.

Segundo Carlos Silva, o facto de os refugiados serem maioritariamente casais jovens, muitos com filhos, contribui diretamente para um maior equilíbrio entre os grupos etários dos mais idosos e os dos mais jovens.

Contudo, o especialista adverte que o acolhimento dos refugiados deve der feito com "muito cuidado", dadas "as grandes barreiras linguísticas e culturais entre os povos", realçando a importância da preocupação em não criar guetos, inserindo os novos habitantes na vida da sociedade, com respeito mútuo pelas diferenças.

A implementação de políticas ativas facilitadoras da integração, a aprendizagem da língua, a criação de oportunidades de trabalho, o acesso dos filhos à escola, ou a cobertura das famílias pelo Serviço Nacional de Saúde são outros mecanismos de integração imprescindíveis para o investigador, no processo de acolhimento dos refugiados.

Lusa

  • Pablo Bravo: o chileno suspeito de um assalto milionário em Gaia
    6:01

    País

    As autoridades receiam um aumento da violência nos assaltos de redes sul-americanas em Portugal, à semelhança do que tem acontecido noutros países europeus. Pablo Bravo é um chileno com um longo cadastro criminal que, em Portugal, é suspeito de um assalto milionário a um hipermercado, em Gaia e, dias depois, foi detido em flagrante, em Paris, a tentar roubar uma loja de relógios de luxo.

    Notícia SIC

  • Obras para as novas instalações da SIC já começaram
    1:54

    País

    As obras do novo estúdio da SIC e SIC Notícias vão começar. A ampliação do edifício do grupo Impresa vai unir os funcionários do grupo num único espaço, com uma área de 750 metros. O Presidente da Câmara de Oeiras entregou esta terça-feira a licença de obra.

  • Cada vez mais pessoas viajam no Carnaval e Páscoa
    3:08

    Economia

    A procura de viagens na altura do Carnaval e Páscoa tem vindo a aumentar e vários destinos já estão esgotados já que muitas pessoas optam por tirar dias de férias nesta altura do ano. Em contagem decrescente, as agências de viagens não têm tido mãos a medir com promoções e ofertas para destinos variados e adequados a várias bolsas.

  • As crianças que estão a morrer à fome em África

    Mundo

    A UNICEF alertou esta terça-feira que a má nutrição aguda que afeta a Nigéria, Somália, Sudão do Sul e Iémen coloca este ano em "iminente" risco de morte 1,4 milhões de crianças devido à fome que existe naqueles países. São milhares de casos de um incessante desespero numa luta diária pela sobrevivência.

  • Jovem indiano acorda a caminho do próprio funeral

    Mundo

    Um jovem indiano chocou os seus pais e amigos, depois de acordar no caminho para o seu próprio funeral. No mês antes, Kumar Marewad foi levado para o hospital após ser mordido por um cão de rua, ficando em estado grave.

  • Carro "desgovernado" entra em loja e atropela cliente

    Mundo

    O cliente de um mini-mercado no condado de Bronx, em Nova Iorque, sobreviveu de forma incrível ao impacto de um automóvel que entrou loja adentro. Apesar da violência das imagens, o homem sobreviveu e conseguiu mesmo sair da loja pelo próprio pé até ser transportado para o hospital.

  • Bilhete de desculpas valeu uma bolsa de estudo

    Mundo

    Um jovem chinês ganhou uma bolsa de estudos no valor de 10 mil yuan (cerca de 1.380 euros), depois de danificar acidentalmente um carro de luxo. Isto, porque após os estragos, o jovem deixou um bilhete de desculpas ao dono, assim como todo o dinheiro que tinha com ele, como compensação.

  • Pulseira deixa sentir os movimentos do bebé ainda na barriga da mãe

    Mundo

    A pulseira Fibo permite que os futuros pais (ou mães) consigam sentir os seus filhos a dar pontapés ainda na barriga da mãe. Desenvolvida por um designer de joias da Dinamarca, a pulseira vai transmitir os movimentos do bebé no útero, de modo a que os pais possam partilhar essa experiência da gravidez.