sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Especialista defende que Portugal pode receber cinco vezes mais refugiados

O especialista em estudos demográficos da Universidade de Aveiro (UA), Carlos Jorge Silva, defendeu esta sexta-feira que Portugal poderia receber cinco vezes mais do que os 4500 refugiados previstos, para ajudar a contornar a crise de natalidade.

No passado mês de setembro, o Ministério da Administração Interna revelou que o país deverá acolher cerca de 4.500 refugiados, no âmbito do mecanismo de recolocação de pessoas pelo espaço comunitário.

No passado mês de setembro, o Ministério da Administração Interna revelou que o país deverá acolher cerca de 4.500 refugiados, no âmbito do mecanismo de recolocação de pessoas pelo espaço comunitário.

© Dimitris Michalakis / Reuters

No passado mês de setembro, o Ministério da Administração Interna revelou que o país deverá acolher cerca de 4.500 refugiados, no âmbito do mecanismo de recolocação de pessoas pelo espaço comunitário.

Tendo em conta os números de nascimentos e óbitos de 2014, que representaram uma perda líquida, à escala do país, de 22.549 habitantes, "a entrada de 4.500 refugiados alivia esta quebra em quase 20%", refere uma nota da UA.

Para cobrir o défice demográfico natural, Carlos Jorge Silva diz que seria necessário o quíntuplo do número de refugiados avançado.

"Se pensarmos que 4.500 pessoas representam apenas 0,04% da população portuguesa atual, estamos a falar de uma gota de água no oceano", refere o investigador e coautor do livro "A Demografia e o País: Previsões Cristalinas sem Bola de Cristal", que foi lançado em setembro.

O investigador do Departamento de Ciências Sociais, Políticas e do Território da UA realça ainda que a entrada dos refugiados pode beneficiar a faixa do interior do país de Trás-os-Montes ao Alentejo, onde há regiões que estão entre as dez mais envelhecidas da Europa.

Segundo Carlos Silva, o facto de os refugiados serem maioritariamente casais jovens, muitos com filhos, contribui diretamente para um maior equilíbrio entre os grupos etários dos mais idosos e os dos mais jovens.

Contudo, o especialista adverte que o acolhimento dos refugiados deve der feito com "muito cuidado", dadas "as grandes barreiras linguísticas e culturais entre os povos", realçando a importância da preocupação em não criar guetos, inserindo os novos habitantes na vida da sociedade, com respeito mútuo pelas diferenças.

A implementação de políticas ativas facilitadoras da integração, a aprendizagem da língua, a criação de oportunidades de trabalho, o acesso dos filhos à escola, ou a cobertura das famílias pelo Serviço Nacional de Saúde são outros mecanismos de integração imprescindíveis para o investigador, no processo de acolhimento dos refugiados.

Lusa

  • Bruno de Carvalho manda SMS aos jogadores em nome dos jogadores. Confuso?

    Desporto

    De acordo com a imprensa desta manhã, o presidente do Sporting Clube de Portugal terá enviado mensagens escritas aos jogadores com o seguinte texto "Obrigado presidente pelas felicitações. Ainda temos muito para conquistar juntos" e assinou com o nome do jogador a quem enviou a mensagem. Uma aparente reação ao facto de nenhum dos jogadores ter respondido às mensagens escritas por Bruno de Carvalho, com incentivos e elogios antes e depois da vitória do Sporting frente ao Boavista.

  • Marcelo já sabia da substituição do embaixador de Angola
    4:00

    País

    O Presidente da República sabia há bastante tempo da substituição do embaixador de Angola em Lisboa e já tinha aprovado o nome do futuro representante de Luanda. A revelação foi feita, esta terça-feira, por Marcelo Rebelo de Sousa, numa conversa exclusiva com a SIC no Palácio de Belém. O Presidente contou ainda que não vai enviar recados ao Governo nem aos partidos no discurso de 25 abril que vai fazer na Assembleia da República.

    Exclusivo SIC

  • Chegaram os brinquedos de cartão para a consola
    6:24
  • O 10 de julho de 1941 na escrita de João Pinto Coelho
    15:09
  • Governo promete melhorar condições de 26 mil famílias
    1:23

    País

    O ministro do Ambiente explicou esta terça-feira, no Parlamento, as novas medidas para a habitação: reduzir os impostos para arrendamentos longos, melhorar as condições de 26 mil famílias e introduzir o arrendamento vitalício para maiores de 65 anos. Este é um investimento que vai chegar aos 1700 milhões de euros.

  • Pato em excesso de velocidade faz disparar radar numa estrada suíça
    1:31
  • Peixe-galo e batatas rosti, qual o cardápio do encontro entre os líderes das Coreias?

    Mundo

    O menu do encontro entre o líder norte-coreano, Kim Jong-un, e o Presidente sul-coreano, Moon Jae-in, já foi dado a conhecer esta terça-feira. Através do site oficial do Governo, Seul anunciou um cardápio com vários pratos típicos da Península da Coreia, como dumplings ao vapor, arroz cultivado na Coreia, carne grelhada, salada fria com polvo, peixe-galo, batatas rosti e sopa fria.

    SIC

  • O vestido de noiva de Megan Markle
    1:17