sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Novas tensões na Holanda após ataque a centro de acolhimento

A polícia holandesa interrogou hoje os presumíveis autores de um ataque contra um centro de refugiados, denunciado pelo primeiro-ministro Mark Rutte como um ato "cobarde" e "inaceitável".

© Fotis Plegas G / Reuters

Cerce de 20 homens, vestidos de negro e com o rosto encoberto, atingiram com ovos e foguetes luminosos o centro desportivo da cidade de Woerden (centro), sem fazer vítimas.

Os atacantes, com idades entre os 19 e os 30 anos, foram posteriormente presos pela polícia e interrogados hoje.

O primeiro-ministro deslocou-se no sábado ao centro, que acolhe temporariamente 150 refugiados, incluindo 51 crianças.

"Este ataque cobarde é totalmente inaceitável", declarou o primeiro-ministro na sua página do Facebook, acrescentando que os refugiados estavam "em choque" devido ao incidente. Prometeu ainda que os autores serão severamente punidos.

O atentado ocorreu num momento em que aumentam as tensões na Holanda relacionadas com o acolhimento de milhares de refugiados, de acordo com o sistema de repartição decidido pela União Europeia (UE). Nos próximos dois anos, o país deve receber 7.000 pessoas.

Na semana passada, uma multidão em cólera na cidade de Oranje tentou bloquear a viatura do ministro-adjunto da Justiça, Klaas Dijkhoff, que acabava de anunciar que esta pequena localidade deveria acolher cerca de 1.200 refugiados, mais do dobro que o inicialmente previsto.

Uma mulher ficou ferida e foi hospitalizada, após se ter lançado em direção ao automóvel do membro do Governo.

Diversos responsáveis camarários reagiram severamente à decisão do Governo de instalar provisoriamente os refugiados nas suas localidades, afirmando que o poder central tomou a decisão sem os consultar.

Uma sondagem hoje publicada no De Telegraf sugere que o partido de extrema-direita PVV (Partido da Liberdade) de Geert Wilders está a beneficiar com a crise dos refugiados, e poderia obter agora 35 dos 150 lugares da câmara baixa (parlamento).

Nas últimas legislativas em 2012, o PVV garantiu 15 lugares no hemiciclo.

Lusa

  • Marcelo já sabia da substituição do embaixador de Angola
    4:00

    País

    O Presidente da República sabia há bastante tempo da substituição do embaixador de Angola em Lisboa e já tinha aprovado o nome do futuro representante de Luanda. A revelação foi feita, esta terça-feira, por Marcelo Rebelo de Sousa, numa conversa exclusiva com a SIC no Palácio de Belém. O Presidente contou ainda que não vai enviar recados ao Governo nem aos partidos no discurso de 25 abril que vai fazer na Assembleia da República.

    Exclusivo SIC

  • Chegaram os brinquedos de cartão para a consola
    6:24
  • O 10 de julho de 1941 na escrita de João Pinto Coelho
    15:09
  • Governo promete melhorar condições de 26 mil famílias
    1:23

    País

    O ministro do Ambiente explicou esta terça-feira, no Parlamento, as novas medidas para a habitação: reduzir os impostos para arrendamentos longos, melhorar as condições de 26 mil famílias e introduzir o arrendamento vitalício para maiores de 65 anos. Este é um investimento que vai chegar aos 1700 milhões de euros.

  • Pato em excesso de velocidade faz disparar radar numa estrada suíça
    1:31
  • Peixe-galo e batatas rosti, qual o cardápio do encontro entre os líderes das Coreias?

    Mundo

    O menu do encontro entre o líder norte-coreano, Kim Jong-un, e o Presidente sul-coreano, Moon Jae-in, já foi dado a conhecer esta terça-feira. Através do site oficial do Governo, Seul anunciou um cardápio com vários pratos típicos da Península da Coreia, como dumplings ao vapor, arroz cultivado na Coreia, carne grelhada, salada fria com polvo, peixe-galo, batatas rosti e sopa fria.

    SIC

  • O vestido de noiva de Megan Markle
    1:17