sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Novas tensões na Holanda após ataque a centro de acolhimento

A polícia holandesa interrogou hoje os presumíveis autores de um ataque contra um centro de refugiados, denunciado pelo primeiro-ministro Mark Rutte como um ato "cobarde" e "inaceitável".

© Fotis Plegas G / Reuters

Cerce de 20 homens, vestidos de negro e com o rosto encoberto, atingiram com ovos e foguetes luminosos o centro desportivo da cidade de Woerden (centro), sem fazer vítimas.

Os atacantes, com idades entre os 19 e os 30 anos, foram posteriormente presos pela polícia e interrogados hoje.

O primeiro-ministro deslocou-se no sábado ao centro, que acolhe temporariamente 150 refugiados, incluindo 51 crianças.

"Este ataque cobarde é totalmente inaceitável", declarou o primeiro-ministro na sua página do Facebook, acrescentando que os refugiados estavam "em choque" devido ao incidente. Prometeu ainda que os autores serão severamente punidos.

O atentado ocorreu num momento em que aumentam as tensões na Holanda relacionadas com o acolhimento de milhares de refugiados, de acordo com o sistema de repartição decidido pela União Europeia (UE). Nos próximos dois anos, o país deve receber 7.000 pessoas.

Na semana passada, uma multidão em cólera na cidade de Oranje tentou bloquear a viatura do ministro-adjunto da Justiça, Klaas Dijkhoff, que acabava de anunciar que esta pequena localidade deveria acolher cerca de 1.200 refugiados, mais do dobro que o inicialmente previsto.

Uma mulher ficou ferida e foi hospitalizada, após se ter lançado em direção ao automóvel do membro do Governo.

Diversos responsáveis camarários reagiram severamente à decisão do Governo de instalar provisoriamente os refugiados nas suas localidades, afirmando que o poder central tomou a decisão sem os consultar.

Uma sondagem hoje publicada no De Telegraf sugere que o partido de extrema-direita PVV (Partido da Liberdade) de Geert Wilders está a beneficiar com a crise dos refugiados, e poderia obter agora 35 dos 150 lugares da câmara baixa (parlamento).

Nas últimas legislativas em 2012, o PVV garantiu 15 lugares no hemiciclo.

Lusa

  • "Espero que num prazo muito breve seja tudo esclarecido"
    1:34

    País

    O ministro do Trabalho e da Segurança Social disse hoje que é preciso aguardar pelo resultado da inspeção que está a ser feita às contas da associação Raríssimas. Vieira da Silva espera que tudo seja esclarecido o mais rapidamente possível.

  • As contradições do (ainda) secretário de Estado da Saúde
    1:58

    País

    Antes do pedido de demissão, o secretário de Estado da Saúde foi, na tarde de terça-feira, confrontado com uma série de novos documentos pela reportagem da TVI. Manuel Delgado é confrontado com uma série de acusações e entra, várias vezes, em contradição.

  • Brinquedos tecnológicos para oferecer no Natal
    5:33
  • Aniversário de Marcelo passado nas comemorações dos 700 anos da Marinha
    1:45

    País

    O Presidente da República defende que é preciso continuar a investir na Armada, nas pessoas, nas capacidades e no apoio de retaguarda. No dia em que fez 69 anos, Marcelo Rebelo de Sousa esteve nas comemorações dos 700 da Marinha, onde sublinhou os sete séculos de conquistas e de combates navais.

  • Costa anuncia reunião sobre neutralidade carbónica em fevereiro
    2:03

    País

    O Presidente francês defende que é preciso ir mais longe e mais rápido na luta contra as alteração climáticas, numa resposta à decisão de Donald Trump de retirar os EUA do Acordo de Paris. Em fevereiro, será a vez de Portugal organizar uma reunião sobre energia e transportes.