sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Mais de 710 mil imigrantes chegaram à UE entre janeiro e setembro

Mais de 710 mil imigrantes entraram na União Europeia nos primeiros nove meses deste ano, contra um total de 282 mil em todo o ano transato, anunciou hoje a Frontex, a agência europeia de gestão de fronteiras.

Refugiados rezam ao chegar à ilha de Lesbos após atravessarem o mar Egeu. As ilhas gregas no mar Egeu, especialmente Lesbos, continuam a ser as mais afetadas pelo fluxo migratório.

Refugiados rezam ao chegar à ilha de Lesbos após atravessarem o mar Egeu. As ilhas gregas no mar Egeu, especialmente Lesbos, continuam a ser as mais afetadas pelo fluxo migratório.

Em comunicado, a Frontex assinala que as ilhas gregas no mar Egeu, especialmente Lesbos, continuam a ser as mais afetadas pelo fluxo migratório sem precedentes, tendo recebido entre janeiro e setembro cerca de 350 mil imigrantes, continuando a Síria a ser o principal país de origem dos imigrantes.

A chegada em massa de imigrantes às ilhas gregas, observa a agência, continua também a ter um impacto direto na rota dos Balcãs Ocidentais, tendo a Hungria reportado mais de 204 mil detenções nas suas fronteiras, um número 13 vezes superior ao mesmo período em 2014.

A agência aponta que em setembro foi detetada nas fronteiras externas da União a chegada de 170 mil pessoas, contra 190 mil em agosto, explicando a Frontex que uma crescente carência de barcos na Líbia e o agravamento das condições meteorológicas levaram a que o número de imigrantes que chegaram a Itália tenha caído para metade em setembro, para 12 mil, comparativamente a agosto.

A Frontex insiste que "é necessária assistência de emergência, sobretudo para Grécia e Itália, para ajudar a registar e identificar os recém-chegados".

"No início do mês, solicitei aos países da UE que disponibilizem à Frontex mais guardas fronteiriços que possam assistir estes dois países a lidar com este fluxo migratório sem precedentes. Espero que recebamos contributos adequados, que demonstrem o verdadeiro espírito de solidariedade europeia", declarou o diretor-executivo da agência, Fabrice Leggeri.

Lusa

  • Divorciados vão poder dividir filhos no IRS 

    Economia

    Os divorciados vão passar a poder dividir os filhos no IRS (imposto sobre o rendimento singular) e o Governo está a estudar soluções para que em 2018 haja um novo sistema para lidar com a guarda conjunta de filhos.

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.