sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Polícia Marítima detém três "facilitadores" de imigração ilegal na Grécia

A Polícia Marítima anunciou hoje a detenção de três "facilitadores" de imigração ilegal na Grécia, "já referenciados e considerados perigosos".

A detenção ocorreu na sequência da operação europeia POSEIDON SEA 2015, de controlo de fronteiras, no Mar Egeu, na qual a Polícia Marítima participa desde 1 de outubro.

A última detenção aconteceu na segunda-feira, após o transporte de cerca de 300 pessoas entre a Turquia e a Grécia, sendo que o suspeito, turco e aparentando 35 anos, "estava armado e teria já disparado tiros para o ar", segundo informação recebida pelas autoridades portuguesas.

O homem resistiu à detenção, não tendo, porém, a equipa da Polícia Marítima encontrado armas no local, refere uma nota publicada no portal da Autoridade Marítima Nacional, salientando que a detenção mereceu uma carta de agradecimento por parte do Comando da Guarda Costeira Grega de Mitilini.

Na quinta-feira, um agente da Polícia Marítima recuperou os cadáveres de quatro pessoas - uma mulher, uma adolescente e dois bebés - que tinham ficado presas no interior de uma embarcação que naufragou perto do porto de Molivos, na Grécia.

A participação da Polícia Marítima na operação POSEIDON SEA 2015 termina a 31 de dezembro.

Até à data, os agentes portugueses estiveram envolvidos em 13 missões de busca e salvamento, tendo resgatado do Mar Egeu 548 pessoas, incluindo 116 crianças.

Lusa

  • Passos acusa Governo de "sacudir água do capote"

    País

    O líder do PSD, Pedro Passos Coelho, acusou este sábado o Governo de "sacudir a água do capote" para não assumir a responsabilidade pelo que está a ser decidido, usando uma política de comunicação que considerou ser um "embuste".

  • Quase 200 polícias solidários com agentes acusados
    2:29

    País

    Perto de 200 polícias manifestaram-se este sábado na sede da PSP em Alfragide, em solidariedade com os 18 agentes acusados no processo Cova da Moura. O Sindicato Nacional de Polícia associou-se ao protesto e diz existir um aproveitamento político do caso.

  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.