sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Noruega trava entrada de sírios que já tenham autorização para ficar na Rússia

A Noruega vai começar a devolver à Rússia os pedidos de asilo de estrangeiros, principalmente sírios, que já têm uma autorização de residência naquele país e querem entrar no país nórdico, anunciou o governo norueguês.

Reuters

Reuters

© Norsk Telegrambyra AS / Reute

De acordo com a polícia norueguesa, cerca de 1600 pessoas entraram no reino escandinavo desde o início do ano através da fronteira com a Rússia, no Ártico, uma rota menos perigosa do que através do Mediterrâneo.

Cerca de três quartos destes requerentes de asilo são sírios que dizem estar a fugir ao conflito no seu país, mas entre 20 a 30% destas pessoas já tinham uma autorização de residência ou um visto para viverem na Rússia.

Citando um acordo assinado com Moscovo em 2007, o ministro da Justiça, Anders Anundsen, anunciou hoje que ordenou às autoridades da imigração para darem prioridade aos pedidos de requerentes de asilo com dupla nacionalidade, uma autorização de residência ou um visto russo.

As pessoas que não precisam de proteção podem rapidamente regressar à Rússia, mesmo sem uma revisão dos seus pedidos de asilo, de acordo com uma circular que pretende travar a entrada de estrangeiros que já estejam legalmente na Rússia.

A maioria dos sírios que pedem asilo à Noruega apanham um avião em Beirute, que os leva até Moscovo, mas que permite a passagem até Mourmansk, no noroeste da Rússia, perto da fronteira com a Noruega, evitando assim os perigos da travessia por Mediterrâneo, mas obrigando a uma viagem mas longa a pé e já com temperaturas perto do zero.

No total, a Noruega espera receber até 25 mil requerentes de asilo este ano, principalmente através da Suécia.

Lusa

  • Défice recua quase 400 milhões de euros em janeiro

    Economia

    O buraco das contas públicas atingiu os 625 milhões de euros no primeiro mês de 2017, segundo os dados da execução orçamental. É uma redução de 397 milhões, quando comparado com o mesmo mês do ano passado.

    Em desenvolvimento

  • "Fiz coisas de que me envergonho"
    2:31
  • Portugal é o segundo país da Europa com mais emigrantes
    1:39

    País

    São 2,3 milhões os portugueses que vivem no estrangeiro, ou seja, 22% da população. O último relatório do Observatório da Emigração relativo a 2015 mostra que se manteve o mesmo número de saídas de Portugal para o estrangeiro registadas no pico atingido em 2013: acima das 110 mil por ano. O Reino Unido é o principal país de destino.

  • Descoberta produção de canábis em abrigo nuclear 

    Mundo

    A polícia britânica descobriu, no sul de Inglaterra, um antigo abrigo nuclear subterrâneo adaptado à produção de canábis em grande escala. A operação levou à detenção de cinco homens e um adolescente de 15 anos. Foram também apreendidas milhares de plantas de canábis.

  • Carnaval na Almirante Reis
    2:39

    País

    Lisboa também celebra o Carnaval e esta manhã mais de três mil crianças participaram num desfile pela Avenida Almirante Reis, alunas de escolas públicas e privadas de 24 nacionalidades. Na freguesia de Arroios vivem estrangeiros de 79 nacionalidades.